A Maçã Camoesa ou Férrea da Azoia – Variedade Tradicional da Região de Sesimbra volta a estar no centro das atenções em outubro, desta vez acompanhada pela doçaria e pelo pão caseiro de Sesimbra.

 

A sexta edição da mostra dedicada a esta espécie decorre, como é habitual, na Moagem de Sampaio, nos dias 6 e 7, sábado e domingo, das 9.30 às 18 horas. Nestes dois dias, a par da venda de produtos locais e de artesanato, o público pode ainda participar em dois show cookings, dedicados à Maçã Camoesa. A mostra conta ainda com muita animação musical e atividades para os mais pequenos.

 

Este ano, para além da feira dedicada a este fruto, o programa propõe várias atividades. A abertura da mostra arranca no dia 4, quinta-feira, às 18 horas, com a conferência Valorização de Produtos Locais, que conta com a presença de Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, Elizete Jardim, diretora Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, e Maria Manuel Gomes, presidente da Junta de Freguesia do Castelo.

 

No dia 5, sexta-feira, a manhã é preenchida com uma visita e apanha de Maçã Camoesa num pomar local e no dia seguinte, das 4 às 8 horas, realiza-se uma visita noturna às padarias do concelho.

 

Destaque ainda para uma palestra sobre pão, com Lilian Abreu, seguida de degustação, com Maria Lucília Baioneta, e para um workshop sobre salada de maçãs de outono. Para assinalar o Dia Mundial do Pão e da Alimentação vão ser distribuídos, pelas escolas do concelho, pães e maçãs camoesas. Horas do Conto, visitas aos moinhos do concelho e ateliês são outras da propostas do programa.

Partilhe esta notícia