Uma gala, realizada ontem à noite, no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal, foi o ponto alto das comemorações do 108.º aniversário do Vitória Futebol Clube, com homenagens a sócios, atletas e dirigentes.

 

Na cerimónia que reuniu a família vitoriana, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, felicitou a vitalidade do clube com “uma saudação que simboliza todo o sentimento de admiração que a cidade, a região e muitos pelo mundo fora nutrem pelo que é um dos maiores clubes nacionais.”

 

Mais do que evocar a história do clube, os troféus e as glórias conquistadas, “importa homenagear todos os que fizeram esta grande associação ao longo destes 108 anos, de fundadores e dirigentes aos trabalhadores e atletas, todos determinantes para os muitos sucessos alcançados”, destacou.

 

A autarca reafirmou o empenhamento do município “no apoio ao clube no contexto das capacidades e responsabilidades municipais”, realidade que “tem sido uma constante ao longo dos vários exercícios autárquicos no concelho”, até porque o Vitória “será sempre o clube que mais longe leva o nome de Setúbal”.

 

Neste sentido, frisou que a Câmara Municipal é, “em qualquer circunstância, uma parceira disponível”, alertando, contudo, que é fundamental que “o clube continue a trabalhar na melhoria da organização interna, na ampliação da oferta desportiva e no estabelecimento de cooperação e diálogo com parceiros”.

 

No momento de celebração, a presidente da autarquia vincou que “o Vitória é parte indissociável da forte vontade sadina” e reafirmou a “vontade de ver o clube ir cada vez mais longe nas competições desportivas em que participa, mostrando que Setúbal será sempre uma cidade desportiva”.

 

A gala de aniversário dos 108 anos do Vitória Futebol Clube, que incluiu distinções a sócios, dirigentes e atletas, surpreendeu a família vitoriana com mensagens de felicitações de ilustres, caso do treinador José Mourinho.

 

O futebolista José Semedo, eleito Jogador do Ano, recebeu mensagens em vídeo de colegas de profissão, com destaque para o testemunho do amigo de longa data Cristiano Ronaldo.

 

Foram ainda homenageados os futebolistas André Sousa e Tomás Azevedo, o diretor desportivo Sandro Mendes, o antigo jogador e treinador Carlos Cardoso, o fisioterapeuta Luís Esteves, o dirigente Luís Cruz, o adepto Pedro Salvado, a claque Ultras Grupo 1910, as equipas de futebol – infantis A e de ténis de mesa adaptado, bem como vários atletas que se destacaram com títulos e presenças em provas internacionais.

 

Na cerimónia foram ainda distinguidos os associados com 25, 50 e 75 anos de filiação, bem com o histórico dirigente vitoriano Josué Monteiro, falecido em 2016, a quem foi atribuído o Prémio Saudade.

 

 

fonte:CMSetúbal

Partilhe esta notícia