O FMM Sines – Festival Músicas do Mundo, a maior celebração das músicas do mundo realizada em Portugal, volta a encher Sines de sons de todo o planeta entre 18 e 26 de julho. Será a 16.ª edição do festival, marcada pelo regresso do núcleo de Porto Covo, nos três primeiros dias, e por um programa intenso de concertos, animação de rua e iniciativas paralelas. Angélique Kidjo, Mulatu Astatke, Balkan Beat Box, Ibrahim Maalouf, Fatoumata Diawara & Roberto Fonseca, Kayhan Kalhor & Erdal Erzincan, Oliver Mtukudzi e Tigran são alguns dos artistas em destaque.

 

UMA VIAGEM PELO MUNDO EM DEZENAS DE ESPETÁCULOS E ATUAÇÕES MUSICAIS

 

Na programação de 2014 renova-se o pacto com o público, que desde 1999 parte para Sines à descoberta de música que nunca ouviu ou que raramente tem oportunidade de ouvir ao vivo. No atlas musical desta edição cabem espetáculos e atuações musicais de artistas de quatro continentes. O Irão, a Turquia, a Coreia do Sul, a Tanzânia, o Zimbabué, o Benim e São Tomé e Príncipe fazem a sua estreia no festival, elevando para uma centena o número de países e regiões que já passaram pelo mais aventureiro acontecimento musical português, sedeado no concelho portuário que viu nascer Vasco da Gama.

 

O ANO DO REGRESSO DE PORTO COVO

 

Nos locais de realização do festival, a principal notícia é o regresso do núcleo de Porto Covo, nos dias 18, 19 e 20 de julho, num palco montado no Largo Marquês de Pombal, uma das praças mais bonitas do Alentejo.

 

PALCO DA PRAIA NUM PASSEIO MARÍTIMO RENOVADO E MAIS MÚSICA EM ESPAÇO PÚBLICO

 

Outra diferença em relação às últimas edições vai ser notada no palco da praia, em Sines, que terá este ano à sua disposição um passeio marítimo totalmente renovado, concluídas que estão as obras de requalificação da Av. Vasco da Gama. Também se reforça a presença do festival no espaço público, com mais animação de rua.

 

ANGÉLIQUE KIDJO E MULATU ASTATKE À FRENTE DE FORTE DELEGAÇÃO AFRICANA

 

O festival de Sines sempre foi um palco especial para a divulgação das músicas de África. Em 2014, volta a sê-lo. Três figuras históricas da música do continente vão estar em Sines: a mais internacional estrela africana, Angélique Kidjo (Benim), a lenda do ethio-jazz Mulatu Astatke (Etiópia) e Oliver Mtukudzi, patriarca da música do Zimbabué. A cantautora maliana Fatoumata Diawara regressa ao festival num projeto com o pianista cubano Roberto Fonseca. Outro espetáculo africano a merecer grande expetativa é o dos tanzanianos Jagwa Music, que dão o concerto final no palco da praia. Também a não perder as presenças do guitarrista Teta (Madagáscar), da banda Mamar Kassey (Níger) e da dupla Debademba (Mali / Burkina Faso).

 

A FESTA GLOBAL DE BALKAN BEAT BOX

 

Formado por israelitas radicados em Nova Iorque, o grupo Balkan Beat Box ocupará um lugar de destaque na programação, cabendo-lhe encerrar o programa de concertos no Castelo. Esteticamente, situa-se na área das fusões de dança globais, onde também se enquadra a dupla sérvia de DJs ShazaLaKazoo, outro nome do alinhamento.

 

O JAZZ ABERTO DE TIGRAN E IBRAHIM MAALOUF

 

Dois dos músicos de jazz mais reconhecidos da atualidade vão marcar presença no festival. São ambos jovens e caracterizam-se por uma linguagem individual em que partem do jazz à conquista de novos territórios. São eles o pianista arménio Tigran, que volta a Sines com o seu trio, e o trompetista franco-libanês Ibrahim Maalouf, que aqui vem apresentar o seu disco “Illusions”.

 

A MAIOR REPRESENTAÇÃO ASIÁTICA DE SEMPRE

 

Nunca o festival apresentou tanta e tão diversificada Ásia como em 2014. Da índia, chegam quatro espetáculos: Bachu Khan, cantor cigano do Rajastão, Jaipur Maharaja Brass Band, fanfarra também oriunda do Rajastão, o intérprete de sitar Niladri Kumar e o espetáculo ritual Mudiyett, inscrito no registo de Património Imaterial da Humanidade da UNESCO. A Coreia do Sul é representada pela banda de pós-rock Jambinai e a China pelo grupo de folk-rock mongol Ajinai.

 

MÉDIO ORIENTE PARA CONTEMPLAR E DANÇAR

 

A representação asiática prolonga-se pelo Médio Oriente. Dois dos mais prestigiados músicos instrumentais desta zona do mundo atuam este ano no FMM: o iraniano Kayhan Kalhor e o turco Erdal Erzincan. Outro iraniano, o percussionista Mohammad Reza Mortazavi, também irá estar presente. Ainda na música instrumental, ouviremos o Istiklal Trio, grupo israelita com influências turcas. Das fusões envolvendo músicos e estilos do mundo árabe, haverá duas propostas para dançar: o espetáculo “Fuck the DJ” do franco-tunisino Smadj e a dupla de DJs franceses Acid Arab, fusão de eletrónica com música árabe.

 

COLÔMBIA MAIORITÁRIA NA DELEGAÇÃO DAS AMÉRICAS

 

A Colômbia, um dos mercados musicais mais dinâmicos do momento, volta ao festival com Cimarrón, expoente da música “llanera”, e os psicadélicos Meridian Brothers. Da Argentina chega La Yegros e de Trinidad acolhemos Anthony Joseph. Do México ouviremos o projeto de fusão de rock com poesia índia Arreola+Carballo. O saxofonista Colin Stetson, americano radicado no Canadá, e a cantautora Mélissa Laveaux, canadiana de ascendência haitiana, completam a lista de artistas das Américas.

 

PORTUGAL DO FADO, DO FOLCLORE, DAS FUSÕES

 

São sete os espetáculos de música portuguesa programados para esta edição do festival: Custódio Castelo & Shina, Zé Perdigão “Sons Ibéricos”, Galandum Galundaina, Ai!, Júlio Pereira, Gisela João e The Soaked Lamb. A estes sete juntam-se as diversas formações da Escola das Artes do Alentejo Litoral e outros grupos que atuam em espaço público ao longo do festival.

 

 

 

O REGRESSO DE UMA LENDA DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE

 

O Conjunto África Negra foi o grande embaixador da música de S. Tomé e Príncipe nos anos que se seguiram à independência. Ausente de Portugal desde o final dos anos 80, faz o seu regresso no palco do FMM Sines. De outro país de língua portuguesa, Angola, chega Nástio Mosquito, jovem músico e artista visual. Selma Uamusse, cantora moçambicana radicada em Portugal, vem a Porto Covo estrear repertório do disco que está a gravar. Mó Kalamity, cabo-verdiana a residir em Paris desde criança, será a voz do reggae nesta edição do FMM.

 

SONS DE UMA EUROPA DE CRUZAMENTOS

 

A Europa, os seus artistas, os seus produtores, as suas editoras, atravessam toda a programação do festival. Além das já citadas, há mais quatro presenças europeias de nota. Duas delas partem da música tradicional da Bretanha: KrisMenn / AleM fundem-na com o hip hop e o Astrakan Project leva-a a viajar pelo Oriente. Karolina Cicha & Bart Palyga são os embaixadores da Podláquia, região multiétnica e multilinguística da Polónia. Jungle By Night é uma orquestra de jovens músicos holandeses renovadores do afrobeat.

 

Artes e música em espaço público nas iniciativas paralelas

 

O festival não se faz apenas do seu programa de concertos. Há mais para ver, ouvir e fazer em Sines e Porto Covo entre 18 e 26 de julho.

 

Na animação musical, o grande destaque são as diversas formações da Escola das Artes do Alentejo Litoral que vão atuar o longo do festival. Professores e alunos de música de vários concelhos do Alentejo Litoral mostram o que sabem em 12 atuações. Orquestras, ensembles e pequenas formações musicais são uma demonstração da vitalidade de uma escola que nasceu em 2008 em Sines, imbuída do espírito do Festival Músicas do Mundo.

 

Ainda na animação musical, menção à participação no festival do Coro da Achada, da Casa da Achada – Centro Mário Dionísio (19 de julho, às 17h00, em Porto Covo) e do projeto de fusão Yemadas (24 e 25 de julho, às 18h00, na Avenida da Praia, em Sines).

 

Logo no primeiro dia, 18 de julho, às 15h00, no salão da Junta de Freguesia de Porto Covo, teremos Alessandro Portelli à conversa com o coletivo Unipop. Este investigador italiano, referência cimeira no campo da História Oral, vem apresentar “Roma Forestiera”, projeto do Circolo Gianni Bosio destinado a recolher, arquivar e analisar música feita por novos migrantes.

 

Para as crianças o programa é rico. Continuando uma experiência já antiga no FMM, diversos músicos do festival apresentam-se, de 21 a 26 de junho, às 11h00, no auditório do Centro de Artes, para a realização de ateliês infantis onde tocam e falam da sua música com crianças entre os 6 e os 12 anos. Dia 21, às 10h00, também no Centro Artes, Cláudia Fonseca e Sofia Maul realizam “Canto de Colo”, uma oficina para crianças dos 0 aos 3 anos e respetivos pais e avós. No mesmo dia, às 15h30, ainda no Centro de Artes, acontece um espetáculo para crianças dos 6 aos 10 anos, “Histórias Magnéticas”, projeto do guitarrista e compositor Sérgio Pelágio que consiste na composição de bandas-sonoras para histórias infantis, com a voz de Isabel Gaivão. Todas estas iniciativas requerem inscrição prévia, gratuita, na receção do Centro de Artes de Sines (Tel. 269 860 080).

 

No campo das letras teremos dois grandes escritores viajantes à conversa com o público: Afonso Cruz, dia 24 de julho, às 17h00, e Alexandra Lucas Coelho, dia 26 de julho, às 17h00, ambos no foyer do Centro de Artes de Sines.

 

Especificamente dirigidas a músicos, são organizadas três conversas com artistas do festival, na sede da Escola das Artes do Alentejo Litoral: Mulatu Astatke (dia 23, às 17h30), Tigran (dia 25, às 16h30) e Mohammad Reza Mortazavi (dia 26, às 16h30). Inscrições gratuitas no Centro de Artes de Sines (Tel. 269 860 080).

 

A narração oral volta a estar presente no festival em cinco sessões de Contos de Tantos Mundos: Ana Sofia Paiva (20 de julho, às 17h30, no Largo Marquês de Pombal em Porto Covo), Antonella Gilardi (22 de julho, às 18h00, no Centro de Artes), Bru Junça (23 de julho, às 18h00, no Centro de Artes), António Fontinha (24 de julho, às 18h00, na Capela da Misericórdia), e Patrícia Amaral – Tixa (dia 25 de julho, às 18h00, na Capela da Misericórdia).

 

Entre 23 e 26 de julho, às 15h30, no auditório do Centro de Artes, realizam-se sessões de cinema documental: “Timnadine Songs”, de Caitlin M. Roger, e “KORA”, de Jorge Correia Carvalho, no dia 23; “Hereros Angola, de Sérgio Guerra, no dia 24; “Dona Tututa”, de João Alves da Veiga, no dia 25; e “Soundbreaker”, de Kimmo Koskela, no dia 26.

 

No dia 26 de julho, às 17h00, na Praia Vasco da Gama, acontece uma aula de biodanza pelos facilitadores João Simões e Geane Bonfim.

 

A Feira do Disco e do Livro, uma organização conjunta da Câmara Municipal de Sines, livraria a das artes e VGM, volta à Capela da Misericórdia, entre 21 e 26 de julho, no período 17h00-02h00.

 

De 23 a 26 de julho, entre as 16h00 e as 20h00, na Casa Preta do Centro de Artes, o atelier de impressão “Homem do Saco” concebe e imprime cartazes alusivos a festival recorrendo a várias técnicas de impressão.

 

Menção final a “De propósito – Maria Keil, obra artística”, exposição antológica da obra de Maria Keil, que estará patente no Centro de Exposições do Centro de Artes de Sines de 11 de julho a 26 de outubro, todos os dias, entre as 14h00 e as 20h00. É uma exposição do Museu da Presidência da República trazida a Sines numa parceria com a Câmara Municipal de Sines e o Centro Cultural Emmerico Nunes.

 

PROGRAMA DE CONCERTOS

 

Nota: O alinhamento de concertos sofreu algumas alterações em relação a informações anteriores, devendo o que a seguir se apresenta ser considerado o mais atual. As principais alterações foram a substituição da artista Soema Montenegro por Anthony Joseph (25 de julho) e a troca de dias de atuação entre Mamar Kassey (passou para 23 de julho) e Mélissa Laveaux (passou para 24 de julho). As restantes são pequenos ajustes de horários.

 

 

 

 

 

 

 

 

PORTO COVO

 

18 DE JULHO (SEXTA)

17h30: JAIPUR MAHARAJA BRASS BAND (Rajastão – Índia) @ Ruas de Porto Covo

19h00: CUSTÓDIO CASTELO & SHINA (Portugal / França) @ Largo Mq. de Pombal

21h45: KRISMENN / ALEM (Bretanha – França) @ Largo Mq. de Pombal

23h15: BACHU KHAN (Rajastão – Índia) @ Largo Mq. de Pombal

 

19 DE JULHO (SÁBADO)

18h00: JAIPUR MAHARAJA BRASS BAND (Rajastão – Índia) @ Ruas de Porto Covo

19h00: ISTIKLAL TRIO (Israel) @ Largo Mq. de Pombal

21h45: KAYHAN KALHOR & ERDAL ERZINCAN (Irão / Turquia) @ Largo Mq. de Pombal

23h15: TETA (Madagáscar) @ Largo Mq. de Pombal

20 DE JULHO (DOMINGO)

20h00: KAROLINA CICHA & BART PALYGA (Polónia – Podláquia) @ Largo Mq. de Pombal

21h30: SELMA UAMUSSE (Moçambique) @ Largo Mq. de Pombal

23h00: CIMARRÓN (Colômbia) @ Largo Mq. de Pombal

 

SINES

 

21 DE JULHO (SEGUNDA)

19h00: AI! (Portugal) @ Pátio das Artes

20h00: ASTRAKAN PROJECT (Bretanha – França) @ Pátio das Artes

22h00: COLIN STETSON (EUA / Canadá) @ Centro de Artes – Auditório *

23h30: MUDIYETT (Índia) @ Av. Praia

 

22 DE JULHO (TERÇA)

19h00: ZÉ PERDIGÃO “SONS IBÉRICOS” (Portugal) @ Castelo

22h00: OLIVER MTUKUDZI & THE BLACK SPIRITS (Zimbabué) @ Castelo *

23h30: LA YEGROS (Argentina) @ Castelo *

01h00: DEBADEMBA (Burkina Faso / Mali) @ Castelo *

 

23 DE JULHO (QUARTA)

19h00: ÁFRICA NEGRA (S. Tomé e Príncipe) @ Castelo

20h15: AJINAI (China) @ Av. Praia

21h45: IBRAHIM MAALOUF “ILLUSIONS” (Líbano / França) @ Castelo *

23h15: MAMAR KASSEY (Níger) @ Castelo *

00h45: JAMBINAI (Coreia do Sul) @ Castelo *

02h30: JUNGLE BY NIGHT (Holanda) @ Av. Praia

 

24 DE JULHO (QUINTA)

19h00: GALANDUM GALUNDAINA (Portugal) @ Castelo

20h15: ARREOLA+CARBALLO (México) @ Av. Praia

21h45: MULATU ASTATKE (Etiópia) @ Castelo *

23h15: NÁSTIO MOSQUITO (Angola) @ Castelo *

00h45: MÉLISSA LAVEAUX (Canadá / Haiti) @ Castelo *

02h30: MERIDIAN BROTHERS (Colômbia) @ Av. Praia

04h00: NILADRI KUMAR (Índia) @ Av. Praia

 

25 DE JULHO (SEXTA)

19h00: JÚLIO PEREIRA (Portugal) @ Castelo

20h15: MOHAMMAD REZA MORTAZAVI (Irão) @ Av. Praia

21h45: GISELA JOÃO (Portugal) @ Castelo *

23h15: TIGRAN (Arménia / EUA) @ Castelo *

00h45: ANTHONY JOSEPH (Trinidad) @ Castelo *

02h30: MÓ KALAMITY & THE WIZARDS (Cabo Verde / França) @ Av. Praia

04h15: SHAZALAKAZOO (Sérvia) @ Av. Praia

 

26 DE JULHO (SÁBADO)

19h00: THE SOAKED LAMB (Portugal) @ Castelo

20h15: SMADJ “FUCK THE DJ” (Tunísia / França / Marrocos / África do Sul) @ Av. Praia

21h45: FATOUMATA DIAWARA & ROBERTO FONSECA (Mali / Cuba) @ Castelo *

23h15: ANGÉLIQUE KIDJO (Benim) @ Castelo *

00h45: BALKAN BEAT BOX (Israel / EUA) @ Castelo *

02h45: JAGWA MUSIC (Tanzânia) @ Av. Praia

04h15: ACID ARAB (França / Mundo Árabe) @ Av. Praia

 

[*] Concertos com necessidade de aquisição de bilhete

 

INFORMAÇÃO SOBRE BILHETES E ENTRADAS

 

Os bilhetes são vendidos na plataforma BilheteiraOnline.pt (online e circuito nacional de lojas), no Centro de Artes de Sines e nas bilheteiras do festival (antiga estação dos CTT). O bilhete para cada dia de concertos noturnos no Castelo, entre 22 e 26 de julho, custa € 10, sendo o custo do passe de € 40. Em Porto Covo, no palco da Avenida Vasco da Gama (ou da Praia), no Pátio das Artes e nos concertos da tarde no Castelo não se paga bilhete. O bilhete para o concerto de Colin Stetson no auditório do Centro de Artes custa 5 euros (venda exclusiva no Centro).

 

TRANSMISSÃO DE CONCERTOS VIA WEB

 

Para quem não puder deslocar-se a Sines, em 2014 o FMM iniciará a transmissão de alguns concertos em direto e em diferido em modalidade de “streaming pay per view”.

 

ORGANIZAÇÃO

 

O FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2014 é uma organização da Câmara Municipal de Sines. A Galp Energia – Refinaria de Sines é o mecenas principal.

 

MAIS INFORMAÇÕES

 

www.fmm.com.pt

www.facebook.com/fmmsines

 

 

Fonte: CMSines

Partilhe esta notícia