Xavier Zarco venceu a 15.ª edição do Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama, cuja cerimónia de entrega de distinções se realizou no sábado, na Biblioteca Pública de Azeitão.

 

“Breve Espólio da Pilhagem”, obra que o escritor Pedro Batista, natural de Coimbra, apresentou a concurso com o pseudónimo de Xavier Zarco, faz uma viagem, através da poesia, por obras famosas de diferentes expressões artísticas e culturais.

 

Entre as vinte obras originais apresentadas a concurso, de autores de vários pontos do país, foi escolhido “o trabalho poético mais originalmente conseguido”, justificou na cerimónia de entrega de prémios José António Chocolate Contradanças, membro do júri.

 

Os professores João Reis Ribeiro e Eduarda Gonçalves integraram também o júri que analisou os trabalhos apresentados à 15.ª edição do Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama, promovido pela Junta de Freguesia de Azeitão e pela Associação Cultural Sebastião da Gama.

 

A cerimónia de entrega de prémios contou com a presença do vereador da Cultura da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, que sublinhou “o trabalho meritório”da associação na organização deste concurso literário que conta com o apoio da autarquia.

 

As presidentes da Junta de Freguesia de Azeitão, Celestina Neves, e da Associação Cultural Sebastião da Gama, Alexandrina Pereira, marcaram, igualmente, presença na cerimónia, que encerrou com um apontamento musical pelo Coro Gospel de Azeitão.

 

O vencedor da 15.ª edição do Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama é detentor de vários prémios literários, entre os quais o da edição de 2005 do Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage, organizado pela LASA – Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão.

Partilhe esta notícia