A Plataforma Logística de Badajoz e os portos portugueses de Sines, Setúbal e Lisboa assinaram um acordo de colaboração para dar um impulso estratégico ao transporte intermodal e ao comércio no sudoeste da União Europeia.

O Presidente da Comissão Executiva da aicep Global Parques, Francisco Mendes Palma, participou no fórum que precedeu à assinatura realçando o papel que as zonas de acolhimento empresarial e logístico têm para o alargamento do hinterland dos portos e, particularmente, o esforço da aicep Global Parque para dotar a ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines e o BlueBiz- Parque Empresarial da Península de Setúbal de “condições de excelência que incentivem e promovam atividades complementares aos portos de Sines e Setúbal”.

“É essencial uma articulação conjunta e contínua para que estejamos aptos a disponibilizar condições competitivas de acesso aos mercados, com serviços de qualidade, adiantando os planos de negócio dos investidores que nos escolhem”, sublinhou Francisco Mendes Palma.

Esta aliança foi subscrita em Madrid pelo presidente da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu, Angel García, e os representantes das autoridades portuárias de Sines-Algarve, Setúbal-Sesimbra e Lisboa, João Paulo Farinha Franco, Vítor Manuel dos Ramos Caldeirinha e Marina João da Fonseca Lopes Ferreira, respetivamente. O ato contou com a presença, em representação do Governo da Extremadura, do conselheiro de Infraestruturas, Habitação, Ordenamento do Território e Turismo, Víctor Del Moral.

A assinatura teve lugar no âmbito do Fórum ‘Extremadura en clave logística’, um encontro de profissionais e entidades relacionadas com a logística e o transporte, com o objetivo de dar a conhecer as iniciativas tomadas na Extremadura em matéria de infraestruturas e transporte intermodal.

O encontro, organizado pela Plataforma Logística do Sudoeste Europeu e o Fórum Ibérico da Logística, foi presidido por Víctor Del Moral e o presidente dos Portos do Estado de Espanha, José Llorca. Contou ainda com a presença de importantes entidades espanholas e portuguesas como CaixaBank, Idom Ingeniería, UTE Plataforma Logística de Badajoz, UTE Plataforma Ferroviária de Badajoz, Expacio Mérida, Expacio Navalmoral e a Delta Cafés.

Partilhe esta notícia