Bombeiros de Canha festejam 36.º aniversário

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Canha assinalou o seu 36.º aniversário no dia 28 de abril, em sessão solene onde foi realçado o seu papel no socorro e segurança da população, enaltecido o apoio municipal aos bombeiros do concelho e exigido o reforço dos apoios estatais para o funcionamento das corporações de bombeiros. 

O contributo da Câmara Municipal do Montijo ficou patente nas palavras de todos os intervenientes na cerimónia, mas também na inauguração de mais uma viatura de emergência pré-hospitalar, um investimento municipal de 51 mil euros. Foi, ainda, inaugurada uma viatura de transporte de doentes, que a corporação adquiriu através de fundos próprios. 

Salvador Herculano, presidente da direção da associação, recordou que “mais de 90 por cento do socorro e emergência em Portugal é prestado pelos bombeiros e que, também, os bombeiros de Canha assumem esse papel, dando o nosso melhor ao serviço da população”.

Reforçando que o “esforço de valorização do pessoal e a modernização de equipamentos só tem sido possível com o apoio de diversas entidades”, como a câmara e as juntas de freguesia de Canha e de Pegões, Salvador Herculano afirmou que os “subsídios oficiais continuam a ser insuficientes e que é, por isso, tempo de pensar numa lei de financiamento dos bombeiros que espelhe a responsabilidade do estado e das autarquias no socorro as populações e o papel preponderante desenvolvido pelos bombeiros”.

“Esta é uma ocasião para recordar o passado desta casa e dirigir uma palavra de gratidão e estímulo aos que estão, hoje, à frente desta associação. Porque não esquecemos os nossos bombeiros e a sua coragem, garantimos os apoios financeiros necessários à sua missão, com novas ambulâncias e assegurando os custos de funcionamento das equipas de intervenção permanentes”, disse o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta. 

O autarca salientou o compromisso “com a proteção civil das populações. Temos cooperado com esta associação, explorando todos os caminhos que possam contribuir para aumentar a sua capacidade operacional. Todos somos indispensáveis para construir um concelho mais seguro”. 

Para além do presidente da câmara, a sessão solene contou com as presenças dos presidentes das juntas de freguesia de Canha e de Pegões, de representantes da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, da Liga de Bombeiros Portugueses e da Federação Distrital de Bombeiros.

Partilhe esta notícia