A sensibilização dos munícipes para o cumprimento das regras e condições de uso do fogo em espaços rurais e florestais está em foco num conjunto de ações em desenvolvimento até maio pela Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

A iniciativa, dinamizada por equipas de formação dos Sapadores e direcionada, sobretudo, a populações residentes em áreas rurais e florestais do concelho, procura alertar os moradores para a necessidade de respeitar as regras de uso do fogo, com vista à prevenção de incêndios.

A realização de queimadas, nomeadamente para renovação de pastagens e eliminação de restolho e sobrantes de exploração cortados mas não amontoados, é uma das situações a que os Sapadores atribuem particular importância aquando do contacto com os munícipes.

Entre os vários conselhos transmitidos no terreno, os bombeiros alertam as populações que a realização de queimas de sobrantes carece de um pedido de autorização. Vincam, igualmente, que o cumprimento desta regra pode evitar muitas situações de incêndios florestais.

Nas visitas, a decorrer desde janeiro, os Sapadores relembram ainda que proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos rurais ou florestais confinantes a edificações, designadamente habitações, estaleiros, armazéns, oficinas, fábricas ou outros equipamentos, são obrigados a proceder à gestão de combustível numa faixa de 50 metros à volta daquelas edificações ou instalações medida a partir da alvenaria exterior.

Partilhe esta notícia