Os deputados do PSD do distrito de Setúbal querem saber qual a posição que o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, tem em relação ao anúncio feito pela administração da Soflusa de que durante um período estimado de dois meses, poderão ocorrer perturbações no cumprimento de horários na ligação Barreiro – Terreiro do Paço, especialmente nas horas de maior afluxo de passageiros.

O deputado do PSD, Bruno Vitorino, considera que o comunicado da administração da empresa “é no mínimo caricato”, pois a Soflusa justifica esta decisão com “motivos de ordem técnica, relacionados com a diminuição do nível de disponibilidade da frota, em virtude do adiamento, por constrangimentos orçamentais inerentes ao OE2014, de ações de manutenção planeada”.

“Nos últimos anos têm-se assistido a um aumento do número de greves, plenários e paralisações, provocando um enorme transtorno a todos aqueles que necessitam deste transporte para se deslocarem para o seu trabalho”, considera.

“Se esta administração acha que não tem capacidade nem condições para fazer o que lhe compete só tem uma alternativa que é sair. Não se pode é continuar a prejudicar os utentes”, acrescenta Bruno Vitorino.

Deste modo, os social-democratas questionaram Sérgio Monteiro sobre se irá ser tomada alguma medida em relação a esta situação de forma a minimizar os constrangimentos causados aos passageiros que diariamente usam este transporte para ir trabalhar.

Partilhe esta notícia