A tradicional caldeirada volta a estar em destaque no concelho de Sesimbra. A iniciativa, Caldeiradas de Sesimbra, vai contar com a participação de 41 restaurantes. De 24 a 27 de março é possível saborear este prato típico em quarenta restaurantes das freguesias de Santiago e Castelo, e num em Almada.

Tamboril, safio, tremelga e pata-roxa, ou caneja, como é conhecida em Sesimbra, são os peixes indispensáveis na Caldeirada “À Pescador”, uma referência na gastronomia sesimbrense. Mas há quem lhe junte outras espécies capturadas pela frota local. Antigamente, o peixe era apanhado no próprio dia e não eram raras as ocasiões em que algumas espécies mais nobres, como o cherne ou a lagosta, entravam na receita. As mãos fortes e calejadas que empatavam o anzol, recolhiam e amanhavam o pescado eram as mesmas que elaboravam delicadamente a melhor caldeirada e a irresistível massa confecionada com o caldo.

Promover este prato típico da vila e as espécies capturadas pela frota sesimbrense é o principal objetivo da iniciativa promovida pela Câmara Municipal, em parceria com diversas entidades, e inserida na campanha Sesimbra é Peixe.

Partilhe esta notícia