Ao longo do mês de junho Almada celebra as festas populares. Entre 5 e 27 de junho os arraiais e os tradicionais bailes populares animam as freguesias do concelho com música ao vivo, as noites de sextas, sábados e vésperas de feriados.

O Complexo Municipal dos Desportos Cidade de Almada, no Feijó, acolhe o 28.º Encontro de Cantares Alentejanos do Concelho de Almada (13 de junho, 20h30), no qual participam sete grupos dos concelhos de Almada, Cuba, Castro Verde e Serpa, homenageando o Cante Alentejano, património imaterial da humanidade.

A 20 de junho, a Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea convida todos para uma viagem com atividades artísticas e lúdicas, para todas as idades. Aulas de yoga e tai chi, visitas ao jardim botânico e às exposições, concertos, oficinas de arte, dança, teatro, um Mercado Crafts & Design ou um espaço de Petiscos do Mundo fazem a festa da Casa da Cerca.

 

Marchas populares

Como já é habitual, desde 1992, cumpre-se a tradição e as marchas populares a concurso desfilam na véspera de São João (23 de junho) na Av. Aliança Povo MFA, em Cacilhas. Também os mais novos apresentam as suas marchas no próximo dia 11, a partir das 10h30, na Praça da Liberdade, em Almada.

De 15 a 25 de junho decorre o XXIII Concurso de Montras do Concelho de Almada, com votação online com o objetivo de estimular o comércio local através da originalidade, criatividade e envolvimento do público.

Até 23 de junho, a Câmara Municipal de Almada, em parceria com a SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada e com o apoio das freguesias, promove o Concurso de Quadras Populares. Esta iniciativa tem como finalidade distinguir as melhores quadras alusivas aos festejos de S. João em Almada.

Há também a tradicional procissão de S. João, santo padroeiro de Almada, em direção à Ramalha, no dia 23 de junho, e de volta à Igreja de São Tiago, no dia 24 de junho.

 

No Solar dos Zagallos

Durante o dia 27 de junho o Solar dos Zagallos, na Sobreda, convida-o a descobrir os recantos dos jardins desta quinta de recreio do século XIX. Sob o tema Os Ofícios de um Solar no Século Passado, a Festa no Solar viaja até aos dourados anos 20 do século passado, com oficinas e ateliês, gastronomia, música, percursos, visitas guiadas, jogos tradicionais e muito mais para conhecer, experimentar e usufruir nesta casa do XVIII.

Partilhe esta notícia