ACTO INQUALIFICÁVEL DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL

Acácio Dores foi e é reconhecido por mulheres e homens com ou sem filiação partidária, como antifascista, democrata consequente de grande estatura, com reconhecida actividade cívica, antes e depois do 25 de Abril e que deu o melhor de si à sua terra, ao seu concelho.

A população reconhecendo a sua actividade e capacidade elegeu-o como deputado municipal e Presidente da Câmara Municipal no mandato de 1980-1982.

A Assembleia Municipal em 19 de Setembro de 2014 aprovou por proposta da CDU uma recomendação à Câmara Municipal, para que o Parque de Exposições vulgo “MONTIAGRI”, entre outras obras do seu mandato, passasse a denominar-se PARQUE EXPOSIÇÕES ACÁCIO DORES, que o Presidente da Câmara não acatou.

Face a essa situação e na sequência da recomendação da Assembleia Municipal, os Vereadores da CDU apresentaram uma deliberação que foi aprovada em sessão de Câmara, com os votos contra do Presidente e dos Vereadores do PS para que a referida homenagem se realizasse em sessão pública e solene no âmbito das comemorações dos 40 anos do Poder Local Democrático.

O Presidente da Câmara Municipal violou a deliberação aprovada, pondo em causa o regular funcionamento do órgão, não tornando público nem solene a homenagem, não convidou a participar a população, as forças vivas do concelho, os autarcas e a família do homenageado.

Limitou-se apenas, no passado dia 12 de Dezembro, às 11 horas da manhã, a colocar em lugar de muito pouca visibilidade, uma miniplaca com o nome de ACÁCIO DORES.

Foi um dia triste e negro na história do nosso concelho, protagonizado pelo Presidente da Câmara Nuno Canta, mas que não apagará da memória colectiva dos montijenses, o vulto e a obra do montijense ACÁCIO DORES, autarca de Abril que deu o melhor de si em prol de Montijo.

A Comissão Concelhia de Montijo do Partido Comunista Português, certa de interpretar os sentimentos democráticos da população, manifesta o seu mais profundo protesto por este acto inqualificável do Presidente da Câmara.

 

 

Dezembro 2016

Partilhe esta notícia