Foram várias as simulações que integraram o III Campeonato Nacional de Salvamento e Desencarceramento, e, simultaneamente, o XI Encuentro Nacional de Rescate en Accidentes de Trafico que juntou, no Barreiro, equipas nacionais e espanholas.

Das ações constou uma “manobra complexa” com duas vítimas e 30 minutos de trabalho em equipa, e uma “manobra standard” que envolveu uma vítima e 20 minutos de trabalho em equipa que colocaram à prova, entre os dias 18 e 21 de junho, no quartel do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, 26 equipas oriundas de Corpos de Bombeiros portugueses e espanhóis, num total de 200 bombeiros.

Esta iniciativa, de acordo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste, pretendeu “proporcionar o aperfeiçoamento das capacidades técnicas aos profissionais de salvamento e desencarceramento envolvidos”.

Os resultados alcançados permitiram, ainda, que as equipas do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, do Corpo de Bombeiros Municipais da Figueira da Foz e do Corpo de Bombeiros Voluntários de Cacilhas obtivessem passaporte direto para o World Rescue Challenge, que decorrerá em Lisboa, entre 14 e 18 de outubro, evento no qual estarão em competição 68 equipas de desencarceramento e de trauma provenientes de todo o Mundo.

Partilhe esta notícia