A Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista considera, em comunicado, que “a coligação negativa constituída pela CDU e pelo PSD” chumbou o Orçamento Municipal para 2015 do Montijo, “numa atitude infundada quanto aos pressupostos” e, por isso, expressa a sua solidariedade para com o autarca Nuno Canta.

De acordo com a Federação Socialista, “a Câmara Municipal do Montijo distingue-se de muitas outras câmaras municipais, lideradas pela CDU no distrito de Setúbal, pelas boas contas e por uma gestão amiga das famílias”.

“A presente atitude, contra todos os montijenses, é um bom exemplo de como a CDU e o PSD se aproximam, ao contrário do discurso nacional que a CDU faz contra o governo, apenas com o intuito de atacar o PS. Ora, quando isto acontece, o que fica em causa é a vida das pessoas”, garantem, reiterando que “o presente chumbo é um ato de irresponsabilidade da oposição numa altura em que o Município do Montijo apresenta resultados muito positivos”.

Para o órgão socialista “a irresponsabilidade da CDU e do PSD é ainda mais grave se tivermos em conta que, aquando da discussão do Orçamento Municipal para 2015, com todas as forças políticas da oposição, nenhum vereador ou presidente de Junta de Freguesia se opôs ao documento”.

Partilhe esta notícia