Finalmente, depois de muitos anos de espera, Almada, sob proposta do CDS-PP, vai ter um monumento de homenagem e saudação aos ex-combatentes almadenses e suas famílias.

Não queremos saudar os conflitos, nem as guerras nem as divergências que terão causado das piores amarguras a muitas famílias de ambos os lados dos conflitos. Pretendemos saudar sim, aqueles que, muitos deles ainda jovens, entregaram o seu sofrimento e as suas vidas ao serviço do país e que nos dias de hoje, merecem toda a consideração e o reconhecimento desse enorme sacrifício.
Saudamos, recordamos e homenageamos não só aqueles que ao serviço do país pereceram e os que nunca mais voltaram, mas ao mesmo tempo homenageamos todos aqueles que regressaram para as suas famílias e pátria amada, alguns deles com feridas bem visíveis, sobrevivendo a um tempo que já não volta para trás, mas que estará sempre na sua memória.  
Em tempo de paz, queremos homenagear todos aqueles que nos dias de hoje saúdam e lutam pela manutenção da harmonia entre os povos, estabelecendo pontes e mantendo o diálogo.
Não percamos mais tempo em palavras. Passemos aos actos. É hora de restituir a dignidade e o reconhecimento público da grandeza dos homens que sacrificaram o seu conforto e as suas vidas ao serviço da sua pátria. 
Os antigos combatentes almadenses merecem.


Sara Machado Gomes

Presidente do CDS-PP Almada 

Partilhe esta notícia