Mais de trezentas pessoas passaram esta manhã pela Casa da Cultura, em Setúbal, para participar num casting de escolha elenco adicional e de figurantes para a série da TVI “Inspetor Max”, seleção que decorre até amanhã.

 

São sete e meia da manhã, ainda o dia mal acordou, e em frente do edifício da Casa da Cultura, junto da Praça de Bocage, a fila de pessoas já é extensa. São crianças, jovens e idosos com um propósito comum: participar na nova temporada do “Inspetor Max”, que regressa em breve ao ecrã da TVI, com um novo formato e com imagens de exterior gravadas, a partir de novembro, em Setúbal.

 

“Eu quero conhecer o Max”, diz o pequeno Martim, que hoje não se importa de acordar mais cedo para viver um dia diferente. “Expliquei-lhe em casa que o Max não vai estar aqui hoje”, adianta o pai do pequeno de 6 anos.

 

Já Marta Rosa, 16 anos, estudante de artes, ambiciona uma carreira no mundo da representação. “É a primeira vez que participo num casting, estou nervosa. Gostava de fazer uma participação na série e aparecer na televisão.”

 

A série “Inspetor Max”, que sempre teve referências a Setúbal, é agora, na terceira temporada, centrada na cidade e por isso a necessidade da existência de um casting direcionado a pessoas do concelho, de todas as idades.

 

“Estamos a identificar potenciais candidatos a várias personagens para integrarem o elenco continuo da série. Temos algumas personagens que pretendemos que tenham o cunho da região, como o sotaque característico de Setúbal”, explica Eurico Rodrigues, responsável pela agência Bastidor d’Emoções, promotora da iniciativa.

 

A sessão na Casa da Cultura prolonga-se durante o dia de hoje, até às 19h00. Amanhã há um novo casting, entre as 10h00 e as 19h00.

 

“Estamos a ter muita adesão. Já sabíamos que ia ser assim, pela dimensão e pelo carisma da série, que chega a todas as idades”, refere Eurico Rodrigues, que explica que para participar no casting basta aparecer, preencher uma ficha de inscrição e tirar duas fotografias. “É um processo simples, em que todos os candidatos assinam um documento de cedência de imagens para este efeito.”

 

Os participantes selecionados através do casting que venham a participar nas gravações da série são depois devidamente remunerados.

 

Ana Almeida, 71 anos, natural de Setúbal, tem no currículo participações amadoras em teatro e televisão.“Vim aqui hoje porque adoro esta área e porque não posso perder a oportunidade de tentar participar numa série que vai ser feita na minha cidade”, diz, logo após ter feito o casting. “Sou reformada, tenho toda a disponibilidade do mundo para estas coisas. Adoro participar nestes eventos”, afirma, bem-disposta.

 

Duas horas e meia depois de ter chegado à Casa da Cultura, voltamos a encontrar Marta Rosa, desta vez dentro da Sala José Afonso, onde é feita a sessão com os candidatos. “Tirei duas fotografias e preenchi um questionário. Estava nervosa, pensava que tinha que prestar alguma prova e foi mais fácil do que pensei”,adianta a jovem, entre risos, ao lado de uma amiga que a acompanhou.

 

A série “Inspetor Max” estreou na TVI em 2004 e tem-se mantido no ecrã desde então, com episódios repetidos nas manhãs de fim de semana. O sucesso obtido junto do público levou a que seja gravada uma nova temporada da série, que conta no elenco com os atores Fernando Luís, Rui Santos e Ruy de Carvalho já confirmados.

Partilhe esta notícia