O Espaço Contrafacção, em Pinhal Novo, dedica o dia 17 de maio, sábado, às marionetas, com espetáculos e ateliês, numa organização conjunta da PIA – Projectos de Intervenção Artística e da Câmara Municipal de Palmela, com o apoio do “Bardoada” – O Grupo do Sarrafo. As atividades integram o programa comemorativo dos aniversários da PIA e do “Bardoada”, a decorrer ao longo do mês de maio.

Às 16 horas, tem início “Vida de Marioneta” pelo Valdevinos Teatro de Marionetas. Dedicada a crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 10 anos, esta produção divide-se em duas fases: o espetáculo e a oficina. No espetáculo, serão transmitidos conhecimentos sobre a arte da marioneta, com a apresentação de diversas rábulas e dezenas de marionetas, com variadas técnicas de manipulação. A oficina tem como objetivo a construção de uma marioneta individual e a sua manipulação, a partir do conhecimento adquirido, promovendo o gosto por esta forma de arte.

À noite, com início às 22 horas, a companhia sobe ao palco com a peça “Eu, a Mulher Macaco”, que conta, na primeira pessoa, a história verídica de Júlia Pastrana, mulher frágil mas muito talentosa, que nasceu com hipertricose, doença que a marcou para sempre como a “mulher macaco”. Theodore Lente, seu marido e empresário artístico sem escrúpulos, transformou a esposa numa atração circense. No ano em que Júlia Pastrana regressa à sua terra natal, esta é uma homenagem a uma artista extraordinária. A peça decorre num ambiente intimista, de café-concerto, com música ao vivo.

A participação no espetáculo/oficina “Vida de Marioneta” tem o valor de 4 euros por participante e de 3 euros para os acompanhantes (materiais para construção da marioneta incluídos) e o espetáculo “Eu, a Mulher Macaco” tem entradas a 5 euros. Preço especial para os dois espetáculos de 7 euros por pessoa. Marcação e reservas através dos contactos piacrl@gmail.com ou 936476878.

 

 

Fonte:CMPalmela

Partilhe esta notícia