Fim-de-semana memorável para os nadadores Masters do CNLA, que conquistaram sete títulos nacionais e 23 pódios no Campeonato Nacional / Open de Inverno disputado em Tomar, nos dias 30 e 31 de Janeiro. A grande prestação dos nadadores do CNLA foi ainda abrilhantada pela obtenção de dois recordes nacionais e por um conjunto de melhorias assinaláveis. Estiveram em ação 11 atletas: Susana Mateus, Carmen Malheiros, Isabel Cansado (femininos), Ivo Margarido, Jaime Costa, Mauro Inácio, David Gorgulho, Rodrigo Costa, Marco Vantaggiato, Óscar Malheiros e José Costa (masculinos), este último em estreia absoluta pelo clube.

Susana Mateus (Master A, 25-29 anos) foi a atleta em maior evidência do CNLA, ao sagrar-se tetracampeã nacional nos 50 e 400 Livres, 200 Estilos e 100 Costas, com particular destaque para a marca obtida nesta última prova (1:08.93), que constitui um novo recorde nacional do seu escalão. A nadadora foi ainda Vice-Campeã Nacional nos 50 Costas. Rodrigo Costa, na sua estreia no escalão D (40-44 anos), também esteve em grande plano ao conquistar o título nos 400 Livres e logo com um novo recorde nacional (4:29.07), tendo sido ainda Vice-Campeão Nacional nos 50 e 100 Bruços, 100 e 200 Estilos. David Gorgulho (Master B, 30-34 anos) foi Campeão Nacional nos 50 Costas e Vice-Campeão nos 100 Costas, 100 e 200 Livres. Mauro Inácio (também Master B) sagrou-se Campeão Nacional nos 50 Livres, tendo sido Vice-Campeão nos 400 Livres e 3º nos 200 Livres. Marco Vantaggiato (Master E, 45-49 anos) foi Vice-Campeão Nacional em três ocasiões (100 Estilos, 50 e 200 Livres) e foi ainda 3º classificado nos 200 Estilos. E Ivo Margarido (Master A) foi 3º classificado em duas provas (100 e 200 Livres). No total, os atletas do CNLA obtiveram sete títulos nacionais, foram 12 vezes vice-campeões e alcançaram ainda quatro “bronzes”, num total de 23 lugares de pódio. De sublinhar também a prestação de Jaime Costa (Master B), que esteve por mais que uma vez “em cima” dos lugares de pódio, em particular nos 50 Bruços (5º lugar), 100 Livres e 200 Estilos (ambas 6º lugar).

Mas tão ou mais importante do que títulos, pódios, ou recordes nacionais, foi a prestação dos “puros Masters” do CNLA, aqueles que nunca tiveram uma carreira na natação enquanto jovens, que começaram há pouco tempo a nadar e a competir, e que lutam diariamente para melhorar e superar barreiras, e que ainda contribuem decisivamente para um fantástico espírito de grupo. São, em suma, um verdadeiro exemplo de dedicação e motivação. Nestes Nacionais, a grande maioria arrasou os seus recordes pessoais e deu mais um passo num percurso que se pretende que seja bem longo. E juntaram a isso várias presenças no Top 10 dos seus respectivos escalões! Honra, pois, para as prestações de Carmen Malheiros (Master C, 35-39 anos) – 7ª nos 400 Livres e 100 Costas, 8ª nos 50 Costas, 9ª nos 100 Livres e 12ª nos 200 Livres; Isabel Cansado (Master F, 50-54 anos) – 5ª nos 400 Livres e 100 Bruços, 7ª nos 100 Livres e 50 Bruços; Óscar Malheiros (Master E) – 8º nos 400 Livres, 24º nos 100 Livres e 25º nos 50 Livres; José Costa (Master F), na sua estreia oficial, deu muito boa conta de si e não acusou a pressão de competir em pleno Campeonato Nacional, deixando em todos a vontade de o voltar a ver em provas com a maior brevidade possível. O “caloiro” do CNLA foi 7º nos 50 Costas, 15º nos 50 Livres e 20º nos 100 Livres.

Este Campeonato Nacional/Open de Inverno de Masters foi um momento importante na consolidação da equipa de Masters do CNLA, que vai viver mais um momento importante já no dia 5 de Março, por ocasião do 4º Torneio de Masters do Litoral Alentejano, uma organização do CNLA, onde se espera um novo recorde em termos de participação de Masters do clube.