No dia 4 de Julho teve lugar a 6.ª sessão pública da iniciativa Conversas no Bairro no Museu Etnográfico de Canha. A iniciativa procurou auscultar as problemáticas, as ideias e os contributos da sociedade civil para a revisão do PDM.

Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, iniciou a sessão recordando os objetivos estratégicos do plano: atrair mais habitantes, captar mais investimento, incentivar a reabilitação urbana e apostar na qualificação do espaço público. O autarca sublinhou, ainda, que se trata de uma revisão e não de um novo PDM. “O que está bom é para manter, o que está mal é para corrigir”, disse.

A equipa do PDM identificou vantagens e problemáticas e apresentou algumas soluções associadas ao território canhense. Em termos diagnóstico Canha foi apresentada como uma freguesia em decréscimo populacional, com espaço público com pouca atratividade. A EN251, que atravessa a vila por funcionar como barreira à correta estruturação do tecido urbano, foi apresentada como um problema, assim como a inexistência de estacionamento publico, a poluição da ribeira de canha, o desajustamento de perímetros urbano, o excessivo fracionamento da propriedade rústica, a concentração da edificação ao longo do eixo rodoviário e a edificação dispersa.

A estruturação do espaço, o reperfilamento do troço da EN 251 com a criação de passeios e a substituição de pavimento, a construção de uma variante à vila de canha, a integração do troço da ribeira numa estrutura verde urbana, criando espaços de lazer e percursos pedonais, e a promoção da concentração urbana foram algumas das propostas apresentadas.

O público presente apontou como principais preocupações o despovoamento da vila, a necessidade de atrair atividades económicas e a requalificação de edifícios em ruínas no centro da vila.

“Conversas no Bairro” é um fórum aberto à participação pública dos cidadãos no processo de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM). A Câmara Municipal do Montijo pretende com esta iniciativa rever o PDM com mais participação e transparência.

A próxima sessão terá lugar no dia 18 de Julho, às 16h00, na Cooperativa Agrícola da Santo Isidro de Pegões.

Partilhe esta notícia