Chegou ao conhecimento da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN, um conjunto de preocupações dos trabalhadores da AutoVision que se prendem com a manutenção do emprego e dos seus direitos contratuais.

 

Os trabalhadores da Autovision, estão ligados contratualmente à Volkswagem AG, tal como acontece com os trabalhadores da Volkswagen Autoeuropa.

 

Acontece que a Autoeuropa está a efectuar concursos externos para tentar garantir parte das funções que a Autovision desempenha, a conceder estes concursos a empresas externas ao grupo Volkswagen, tal metodo visa precarizar os vínculos de trabalho, reduzir direitos dos trabalhadores, pôr em causa as funções de trabalhadores da Autovision e os seus postos de trabalho.

 

A Autovision emprega no actual momento, 360 trabalhadores e nas mais recentes declarações efectuadas pelo novo presidente do grupo VW, onde afirmou que o escândalo Dieselgate não seria suportado pelos trabalhadores do grupo VW, só que as movimentações da administração da Volkswagen Autoeuropa vão no sentido contrário às declarações prestadas.

 

A garantia que os trabalhadores da AutoVision querem é a manutenção do seu emprego com direitos e não serem considerados trabalhadores de segundo nivel no grupo VW, para tal a abertura de tais concursos não tem razão alguma de existir.

 

Vimos por este meio agradecer a divulgação da presente noticia.

 

Sem mais de momento, subscrevemo-nos com os nossos melhores cumprimentos.

 

A Comissão Executiva da USS/CGTP-IN

Partilhe esta notícia