O Auditório Municipal António Chainho, em Santiago do Cacém, recebeu, na tarde do dia 23 de maio, o encontro “As Mulheres no e pelo Poder Local Democrático”, cujo ponto alto foi a homenagem às mulheres eleitas no Município de Santiago do Cacém, desde 1975. O encontro foi organizado pela Assembleia Municipal de Santiago do Cacém e pelo Movimento Democrático de Mulheres (MDM), com o apoio da Câmara Municipal e das Juntas de Freguesia.

Paula Lopes, Presidente da Assembleia Municipal de Santiago do Cacém, faz um balanço positivo do encontro e alerta para uma das principais conclusões do interessante debate que se desenrolou ao longo da tarde, que aponta para a necessidade de “continuar a dar passos no reforço da participação feminina no poder local e de se discutir e estabelecer, cada vez mais, objetivos concretos que visem não só o reforço da participação feminina nas listas, mas também em lugares elegíveis, bem como a promoção de encontros, debates e eventos, em que se fale não só dos problemas locais para os quais as mulheres estão mais atentas, mas também o papel que cada uma de nós desempenha na sociedade em geral”

A Presidente da AMSC congratula-se com o caminho percorrido até à data, mas alerta para os passos a dar no futuro. “Embora muito já tenha sido construído ao longo destes anos – e caminhámos muito em relação ao nosso papel no poder local – ainda há muito para fazer. Não é possível ficar indiferente a este défice, que ainda é muito grande. Em alguns órgãos, há uma grande disparidade. E, portanto, a partir daqui, é necessário refletir sobre as causas e consequências de tudo isto”, justificou.

A homenagem às mulheres eleitas nos diferentes órgãos autárquicos do Município desde a implementação do Poder Local Democrático foi o ponto alto do Encontro. “Tivemos connosco a primeira mulher eleita”, sublinha Paula Lopes, reiterando, ainda, a qualidade das oradoras do encontro.

Para além da Presidente da AMSC, o painel de oradoras contou com a presença de Regina Marques (Direção do MDM), Ana Teresa Vicente (Presidente da Assembleia Municipal e ex-Presidente da Câmara Municipal de Palmela), Odete Graça (Presidente da Assembleia Municipal de Sesimbra) e Vitalina Sofio (Presidente da Assembleia Municipal de Montemor-o-Novo e ex-Presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Bispo), num debate moderado por Teresa Chaves (Tesoureira da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra).

Partilhe esta notícia