O novo Chefe Nacional do Corpo Nacional de Escutas (CNE), Ivo Faria, tomou posse em Braga, junto com a sua Junta Central.

 

Em cerimónia realizada na Sé Catedral de Braga, e na presença de D. Jorge Ortiga – Arcebispo Primaz de Braga, do Chefe Nacional cessante Norberto Correia, do Secretário de Estado da Educação, João Costa, e muitas outras entidades, escuteiros e amigos da Associação, Ivo Faria salientou que as ideias principais do projeto que apresenta ao CNE são, essencialmente:

 

A intenção de “(…) sermos fiéis à história do nosso CNE, aos que nos precederam, ao trabalho de renovação e de crescimento da ação pedagógica, que está sempre no centro da alegria do trabalho que fazemos. Foi por isso que escolhemos, para nomear o projeto, “Geração Futuro”(…)”, e nessa linha de ação, “Importa, mais do que perguntarmo-nos “qual o futuro para as nossas crianças e os nossos jovens?”, trabalhar na procura da resposta à pergunta “Que crianças e jovens queremos para o futuro?”, sendo consequentes com isso no trabalho que todos os dias se realiza.

 

O novo Chefe Nacional acrescentou que nestes três anos que agora se iniciam, pretende tomar como prioridade na ação seis eixos fundamentais e transversais à Associação:

o Programa Educativo, a Capacitação dos nossos Adultos, a Comunicação, a Simplificação dos Processos, a Representação Externa e o Envolvimento”.

 

Às entidades e organizações com quem o CNE se relaciona, deixou ainda um repto:

 

“(…) queremos reforçar as pontes, os nós que nos unem, no desenvolvimento de profundas parcerias, em prol da educação continuada dos nossos jovens e das nossas crianças. Os nossos 1031 agrupamentos ativos, as nossas estruturas de núcleo e regionais, bem como a Junta Central, todos nós, estamos – estou certo – preparados e comprometidos em, de mãos dadas, acolher, dinamizar, e porque não liderar, iniciativas e projetos ao serviço do desenvolvimento das nossas comunidades, nas suas mais diversas abordagens, no respeito pelos princípios que nos orientam.

O novo chefe nacional do Corpo Nacional de Escutas, Ivo Faria, é natural de Vila Nova de Famalicão, 42 anos, casado e com um filho.  Consultor de fusões e aquisições de profissão e escuteiro há 37 anos, a sua promessa de dirigente foi feita em 1998.

 

Partilhe esta notícia