O secretário-geral do PCP, Jerónimo Sousa, sublinhou este sábado, perante os cerca de dois mil militantes que se deslocaram à Quinta da Atalaia, no Seixal, para assistirem à cerimónia que assinalou a aquisição da Quinta do Cabo, que esta era a “concretização de uma aspiração com 25 anos”.

Para Jerónimo Sousa, a Quinta do Cabo é o “único espaço natural para o alargamento da Festa do Avante” e, exatamente, por isso não podiam “correr riscos de perder praticamente a única alternativa verdadeiramente existente”.

“Não escolhemos o momento, a decisão é arrojada, mas estamos confiantes de que vamos conseguir o nosso objetivo”, acrescentou Jerónimo de Sousa, que anunciou também o início de uma campanha de fundo que deverá prolongar-se até 2016.

Partilhe esta notícia