Face ao anúncio da Caixa Geral de Depósitos (CGD) de encerramento de balcões em todo o país, no âmbito do seu plano de reestruturação da rede, a Câmara Municipal do Seixal rejeita qualquer intenção de encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos em Fernão Ferro e manifesta a sua firme oposição a esta decisão, que, a confirmar-se, será mais um passo no desmantelamento de um serviço público essencial ao país e às populações.

Hoje vivem em Fernão Ferro cerca 20.000 habitantes, num território que conheceu uma tremenda evolução nas últimas décadas e onde se assiste a uma das maiores taxas de crescimento populacional do país, não se percebendo esta medida da Administração da Caixa Geral de Depósitos. Não se entende também a ausência de intervenção do Governo face aos encerramentos anunciados pela Administração desta empresa pública, sendo de lamentar que a sua intervenção passe somente pela viabilização do financiamento da CGD em negócios pouco claros que têm criado dificuldades a um Banco Público com papel fundamental e insubstituível para o desenvolvimento do país e das populações.

A Câmara Municipal do Seixal considera que o encerramento do Balcão da CGD em Fernão Ferro será uma medida extremamente lesiva dos interesses da população, pelo que manifesta o seu forte repúdio face a esta possibilidade, tendo solicitado uma reunião de urgência com a Administração da CGD e informa que, em conjunto com a população e demais entidades e instituições de Fernão Ferro, estará em frente ao Balcão da CGD daquela freguesia, no dia 26 de Junho, pelas 12 horas, manifestando a firma oposição de todos a este encerramento.

Partilhe esta notícia