A Sala da Sociedade Recreativa 3 de maio recebeu, no dia 18 de abril, a 12.ª Prova de Vinhos de Santa Cruz, que contou com 43 vinhos a concurso, provenientes de pequenos produtores locais, bem como de adegas comerciais da região. O Presidente da CMSC, Álvaro Beijinha, à semelhança de anos anteriores, integrou o júri do concurso.

A qualidade geral dos vinhos locais e regionais foi um das notas dominantes da tarde, potenciados pelos petiscos regionais que fizeram as delícias das cerca de três centenas de pessoas que lotaram por completo o espaço. O júri composto por Álvaro Beijinha, pelo representante da União das Freguesias de Santiago, Santa Cruz e São Bartolomeu, Armando Almeida, e dois enólogos profissionais, João Vicêncio e Joaquim Mendes, elegeram “O Vale das Éguas 2013” como o melhor vinho branco e o “Encosta das Fornalhas 2014” como melhor tinto das adegas comerciais a concurso. Na categoria “Terras de Santa Cruz” dos produtores locais, Libério Augusto Oliveira venceu no vinho tinto e António Covas no vinho branco.

“De ano para ano, esta iniciativa vai ganhando cada vez mais raízes e dimensão”, destacou Álvaro Beijinha, sublinhando que a iniciativa espelha “aquilo que de bom existe em Santiago do Cacém”.

A tarde de convívio foi abrilhantada pela atuação do Grupo Falta Um, que colocou os visitantes a cantar conhecidas modas alentejanas.

A organização desta iniciativa está a cargo do Grupo Desportivo de Santa Cruz, que contou com os apoios da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e da União das Freguesias de Santiago, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra.

Partilhe esta notícia