Uma nova peça escultórica, que exalta um dos símbolos maiores de Setúbal, o golfinho roaz-corvineiro, passa a dar as boas-vindas a setubalenses e visitantes na entrada norte da cidade, a partir da rotunda instalada nas imediações do centro comercial Alegro.

 

A escultura em pedra, que retrata o movimento de um grupo social de golfinhos, da autoria do artista plástico Carlos Andrade, foi doada à cidade pela Fundação Buehler-Brockhaus ao abrigo da Lei do Mecenato no âmbito de um protocolo de colaboração celebrado com a Câmara Municipal de Setúbal.

 

A obra, com dimensões aproximadas de 15 metros de largura, 2 de profundidade e 4 de altura, está a ser colocada no interior da rotunda que serve a entrada norte de Setúbal, concretamente na área de interseção entre as avenidas Antero de Quental e Álvaro Cunhal e o final da A12.

 

A operação de instalação da peça, a decorrer desde ontem, com acompanhamento pelos serviços técnicos da Câmara Municipal de Setúbal, fica concluída previsivelmente ainda hoje, sendo que o trabalho escultórico é finalizado no local pelo artista Carlos Andrade.

 

Posteriormente, a autarquia avança para a beneficiação geral da rotunda, ação que inclui a execução de intervenções de embelezamento, entre os quais a criação de uma ampla zona de relvado na envolvência da escultura dedicada aos golfinhos do Sado.

 

Esta é mais uma peça instalada no âmbito do protocolo de colaboração celebrado com a Fundação Buehler-Brockhaus, entidade que já doou à cidade, entre outras, as esculturas evocativas de várias profissões instaladas no Mercado do Livramento e um conjunto escultórico patente no Fórum Municipal Luísa Todi.

 

Fazem igualmente parte do leque de peças artísticas instaladas na cidade no âmbito do protocolo a escultura “Zéfiro”, implantada na rotunda do Monte Belo Norte, assim como a peça “Sardinhas”, na rotunda das Fontainhas.

Partilhe esta notícia