O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) acaba de conceder uma patente de produto à Sapec Agro, que consiste numa composição fungicida sinérgica para o controlo do míldio nas culturas da batateira, tomateiro e alface. Este segmento ascende a mais de 75M€ nos mercados do sul da Europa onde a empresa opera, e a cerca 80M€ no mercado brasileiro, onde a Sapec entrará em breve.

Para João Martins, Diretor de Marketing Estratégico do Agrobusiness do Grupo Sapec, “este é um marco importante para a nossa empresa e também para o país, uma vez que resulta de um grande esforço e know-how de muitas pessoas para aportar valor ao mundo agrícola, nacional e internacional”. O mesmo responsável sublinha que a patente “constitui um feito de carácter pioneiro e resulta do reposicionamento da empresa, centrado na inovação e na diferenciação.”

Na base da patente agora concedida está a descoberta de que há um forte efeito sinérgico entre as duas moléculas que compõem o produto. Esta sinergia permite uma eficácia de referência com doses inferiores ao que seria esperado.

A eficácia é de facto, um dos pontos de destaque desta mistura inovadora. A complementaridade de modos de ação dos seus dois componentes fazem dela um produto “completo” com forte ação preventiva, curativa e erradicante, a que se associa a ação sistémica.

Por outro lado, o perfil ambiental e ecotoxicológico das duas moléculas é muito favorável, o que, associado às doses mais baixas, reduz os impactes ambientais, contribuindo ativamente para a sustentabilidade dos ecossistemas agrícolas.

Esperando o seu lançamento para meados de 2015 no mercado nacional, a Sapec Agro pretende seguir com o pedido internacional nos prazos legalmente previstos, esperando poder vir a disponibilizar esta inovação fitofarmacêutica para os restantes países do Sul da Europa e Brasil, a breve prazo.

O Grupo Sapec investe anualmente, nesta área, 5% do seu volume de negócios no esforço de inovação e regulamentar, procurando oferecer continuamente soluções diferenciadas que constituam ganhos efetivos para o agricultor e a agricultura.

Líder nacional incontestado, o Grupo Sapec detém 32% de participação do mercado fitofarmacêutico em Portugal e ocupa a terceira posição no ranking ibérico global. A Sapec Agro França e a Sapec Agro Itália, recentemente constituídas, pretendem disponibilizar aos respetivos mercados estas e outras soluções inovadoras em prol de uma agricultura cada vez mais competitiva e sustentável, reforçando o cariz exportador da empresa, que hoje já ascende a mais de 70% do seu volume de negócios no setor da proteção de culturas.