COMUNICADO À IMPRENSA

Realizou-se esta noite, no Seixal, a Comissão Política Distrital de Setúbal onde foi apresentada uma moção a solicitar a convocação urgente de Congresso extraordinário e a eleição direta para Secretário-Geral.

A composição da Comissão Política Distrital resulta, ainda, da direção de António José Seguro com 47 elementos afetos a Seguro e 24 afetos à lista que se lhe opôs.

Hoje na votação da moção esta diferença estreitou-se, ficando apenas restringida a 3 elementos, tendo sido necessárias 2 votações para apuramento dos resultados.

Na votação da moção apresentada, desrespeitando a clara vontade das bases e de órgãos concelhios, membros da Comissão Política Distrital votaram contrariamente a posições expressas por unanimidade nos Secretariados e nas Comissões Políticas dos seus Concelhos.

Objetivamente, hoje, 36 membros da Comissão Política Distrital ‘decidiram’ que os militantes não deviam ser ouvidos em eleições diretas para Secretário Geral e nem  terem a possibilidade de se pronunciarem sobre a realização de um Congresso.

Hoje, comprovou-se que a Comissão Política Distrital não representa a vontade da maioria dos militantes, sendo representativo o facto de 7 dos Presidentes de Concelhia do Distrito já terem declarado publicamente o apoio a António Costa.

 

Por: Eduardo Cabrita, Eurídice Pereira, Ana Catarina Mandes, Pedro Marques, Catarina Marcelino

Setúbal, 12 de Junho de 2014

 

Partilhe esta notícia