Ainda no âmbito do Ano Internacional da Cristalografia, que se assinalou em 2014, a FCT-UNL recebe no próximo dia 04 de fevereiro, às 15h na Biblioteca da Faculdade de Ciências e Tecnologia, no campus de Caparica, a Professora Ada Yonath, que recebeu o Nobel da Química em 2009 pelo seu trabalho na estrutura e função do ribossoma.

A Professora Ada Yonath, atualmente a desenvolver a sua pesquisa no Weizmann Institute of Science, em Israel, foi pioneira na investigação ligada à determinação da estrutura molecular do ribossoma, tendo iniciado esta pesquisa no final dos anos 70, muito antes da maioria dos investigadores sequer ter começado a ponderar tal missão.

A investigação ligada ao ribossoma é primordial, pois os ribossomas produzem proteínas que, por sua vez, controlam as reações químicas que ocorrem em todos os organismos vivos. Da mesma forma que são essenciais à vida são igualmente um alvo preferencial para o desenvolvimento de novos antibióticos.

Em 2009, a Professora Ada Yonath recebeu o Prémio Nobel da Química juntamente com Venkatraman Ramakrishnan e Thomas A. Steitz, por os seus estudos terem revelado a estrutura molecular tridimensional do ribossoma e mostrado como este funciona ao nível atómico. Estes cientistas usaram a Cristalografia de Raios-X para localizar cada um das centenas de milhares de átomos que constituem o ribossoma. Este conhecimento é essencial, pois muitos dos antibióticos atuais curam várias doenças ao bloquearem a função dos ribossomas das bactérias. Sem ribossomas funcionais, as bactérias não sobrevivem. E por isto os ribossomas são alvos importantes na pesquisa de novos antibióticos.

Partilhe esta notícia