Muitos especialistas em gestão urbana consideram que a organização de eventos tem um impacto importante na captação de turistas nas Cidades, no desenvolvimento das economias locais e na imagem coletiva que os outros têm de um determinado local. Tendo esta ideia como base, considero o Barreiro um palco privilegiado para o desenvolvimento deste pensamento. A proximidade da capital, onde nos últimos anos tem sido a alavanca principal do turismo Nacional, as excelentes condições territoriais existentes, destaco a título de exemplo, a nossa excelente varanda sobre Lisboa, a requalificada Avenida da Praia, (um local único que muitas Cidades gostariam de poder contar no seu território), um movimento associativo vasto e dinâmico e um enorme tecido empresarial sediado na Região, constituem fatores sólidos para que possamos delinear uma estratégia conjunta que vise dinamizar o turismo no Barreiro.

Dentro das possibilidades destinadas a incrementar a atração turística de um território cabe destacar a especial importância atribuída à celebração de eventos culturais, como é o caso dos festivais, que têm sido vistos, crescentemente, como atrações turísticas únicas, capazes de influenciar a imagem de um destino. Associada à criação de muitos festivais está a possibilidade de proporcionar à comunidade local uma programação cultural de qualidade, ao longo de um curto período de tempo. As entidades locais (quer públicas quer privadas),conscientes da impossibilidade de manter espetáculos artísticos de alta qualidade ao longo de todo o ano, optam por concentrar essas iniciativas e atuações em determinados períodos do ano, colocando à disposição dos cidadãos uma oferta cultural própria das grandes áreas metropolitanas. Os eventos ajudam a captar a atenção exterior, estimulando a repetição de visitas. Deste modo, maximiza-se e racionaliza-se o uso dos espaços, com os consequentes benefícios financeiros mas, também, a nível de preservação e difusão do património artístico e cultural da Cidade. Finalmente, através da oferta de atrações e eventos culturais, os territórios começam a atrair não só novos turistas mas também novos investimentos. com a organização de eventos de média/grande dimensão é natural que surjam novas necessidades complementares, adequada às características do produto oferecido, com a consequente geração de atividade e diversificação económica, incorporando também novos espaços que podem ser partilhados pelas empresas e cidadãos da nossa Cidade.

Este tema é por demais importante para que não se reflita sobre ele, o Barreiro necessita de uma estratégia especialmente dedicada à organização de eventos que coloque a Cidade num plano diferente. Uma estratégia anual capaz de promover a nossa cidade em vários pontos do ano, de alavancar o comercio local, criar emprego, atrair novos investimentos e turistas, mas acima de tudo, construir uma nova imagem.

Rui.Braga
Coordenado Eventos Âncora e Turismo na Plataforma 2830

Partilhe esta notícia