A transformação urbana de Setúbal, impulsionada por uma visão de futuro e de investimentos estratégicos nos últimos anos, realizados para consolidar uma rota de modernidade e contemporaneidade no território, é apresentada numa nova publicação de excelência da Câmara Municipal.

Esta revolução, sem precedentes, catalisadora de um concelho cada vez mais dinâmico e atrativo, ambientalmente sustentável e com acrescida qualidade de vida, sem nunca esquecer as heranças e tradições identitárias, é partilhada em “Setúbal – Uma Visão Contemporânea”, apresentada esta tarde no Forte de São Filipe.

“Quando olho para trás, apercebo-me do que Setúbal avançou. Quando olho para a frente, não tenho dúvidas de que entrou num rumo de modernidade de onde não vai sair, de onde não podemos deixar que saia”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira.

Para a autarca, “Setúbal virou uma página importante da sua história recente e assume-se, de novo, como um sítio onde é cada vez melhor viver”, um resultado que “está à vista de todos” e do qual “a população, para quem todos trabalhamos, é testemunha, e também protagonista”.

Esta mudança de paradigma fez, igualmente, com que Setúbal seja um sítio onde vale a pena marcar presença. “Nos últimos anos assistimos a um esforço de investimento significativo, feito por empresas que já cá estavam e por outras que chegaram entretanto, atraídas por um município rejuvenescido.”

O concelho, que concentra um polo tecnológico e empresarial de ponta, desenvolvido em harmonia com a tradição e a cultura que formam a identidade setubalense, conheceu uma requalificação sem paralelo, dos equipamentos culturais, turísticos e desportivos ao espaço público, com destaque para a frente ribeirinha.

O chefe da Divisão de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Setúbal, João Monteiro, responsável pela coordenação editorial juntamente com o diretor do Departamento de Comunicação e Imagem, Relações Públicas e Turismo, Sérgio Mateus, destacou a qualidade e relevância do novo livro.

“Esta é uma publicação totalmente diferente daquilo que tínhamosque resultou de uma necessidade apontada pela senhora presidente de ter uma obra distinta que expressasse a transformação ímpar do território e que fosse de interesse para quem vive em Setúbal e para quem é de fora do concelho.”

“Setúbal – Uma Visão Contemporânea”, organizada em grandes áreas temáticas de interesse, é um“livro de prestígio que retrata o presente de Setúbal, ao mostrar uma visão de futuro em respeito com a tradição, a identidade e o património”, vincou João Monteiro.

A publicação, com perto de três centenas de páginas, dá conta, ao longo de dez capítulos, da modernidade à tradição, da inovação à harmonia, passando pelo natural, pelo lazer e pelos sabores, sem descurar o património, a cidadania e as pessoas, do que o território mudou nos últimos anos.

Maria das Dores Meira afirmou que “não foi fácil fazer o que Setúbal é hoje, como esta publicação dá conta, uma obra que retrata um momento do desenvolvimento de Setúbal e que dá pistas do que vem a seguir”, para sublinhar o sentimento de dever cumprido.

“Tenho a certeza de que estarei sempre aqui, com todos os que contribuíram para fazer a melhor cidade que hoje podemos ver e reconhecer”, reiterou a autarca na cerimónia, que juntou elementos da vereação e o presidente da Assembleia Municipal de Setúbal, André Martins, além de convidados.