O estatuto de RNH (Residente Não Habitual) e o seu enquadramento jurídico-fiscal serão o mote do evento promovido pelo TROIA RESORT, no próximo dia 14 de Março, às 18h, no espaço Lusofolie’s, em Paris.

A convenção fiscal, celebrada entre França e Portugal, estabelece que os cidadãos reformados do sector privado não serão tributados, caso residam em Portugal por um período mínimo de 183 dias. No entanto, os benefícios não se esgotam nos pensionistas e também os profissionais independentes e liberais beneficiam de uma taxa especial de tributação de 20% face aos rendimentos auferidos.

Como resultado, Portugal assume-se como o destino preferencial para instalação dos franceses reformados, seguido pela Espanha e por Marrocos. Para dar a conhecer os contornos do estatuto Residente Não Habitual, clarificar dúvidas e orientar os potenciais interessados numa futura instalação em Portugal, o espaço Lusofolie’s, o TROIA RESORT e o gabinete de Advogados Alberto Alves e Nuno Albuquerque uniram esforços na promoção desta iniciativa.

Num encontro que se pretende não só informativo mas também lúdico, será ainda possível conhecer as Ruínas Romanas de Tróia e o seu contributo para a valorização cultural deste destino turístico. Classificado como Monumento Nacional desde 1910, este sítio arqueológico é considerado o maior complexo de produção de salgas de peixe conhecido do Mundo Romano.

A ação de promoção em Paris enquadra-se num conjunto de iniciativas promovidas pelo TROIA RESORT no mercado internacional. Ainda em Março, em conjunto com a Associação Portuguesa de Resorts (APR), Tróia estará presente em dois roadshows – dia 17, em Moscovo (Rússia) e dia 24, em Dusseldorf (Alemanha) – e no Dubai. Já em Abril, o TROIA RESORT irá participar num roadshow na Escandinávia com diversas ações de promoção que visam divulgar produtos alternativos ao sol e mar, como o golfe.