Alcácer do Sal celebra em 2016 os 500 anos do seu Foral Manuelino, outorgado por D. Manuel I em 1516, estando preparadas diversas atividades para celebrar a efeméride.

Neste âmbito, no dia 23 de abril a Cripta Arqueológica (situada no subsolo da Pousada D. Afonso II) vai ter entradas gratuitas, estando igualmente abertas ao público as estações arqueológicas do Castelo de Alcácer.

Também no dia 23, o programa turístico do município – “Alcácer com Vida” – assinala a data com uma Rota Quinhentista. Com ponto de encontro no estacionamento da margem sul, às 9h, a iniciativa propõe que se parta à descoberta de Alcácer Quinhentista através da visita a igrejas, edifícios, monumentos e outros locais deste período, acompanhada por técnicos do Setor de Arqueologia, Museus e Património Cultural da Câmara Municipal de Alcácer do Sal que fornecerão informações detalhadas sobre os mesmos. Os interessados em participar devem inscrever-se até 20 de abril junto do Posto de Turismo, no Largo Luís de Camões, através do telefone 265 247 013, telemóvel 911 794 685 ou ainda do e-mailpostoturismoalcacer@gmail.com.

 

As comemorações prosseguem no dia 30 de abril, novamente com entradas gratuitas na Cripta Arqueológica e abertura das estações arqueológicas do Castelo ao público. Às 16h, a historiadora Dr.ª Maria Teresa Lopes Pereira lecionará uma palestra sobre o Foral Manuelino na Igreja de Nossa Senhora de Aracoelli, local que, a partir das 17h30, acolherá as sonoridades medievais e renascentistas do grupo musical “Ensemble Carmin’Antiqua”. Para as 18h30 está agendado um beberete nos Claustros da Pousada D. Afonso II, no Castelo de Alcácer do Sal, bem como a inauguração da exposição “Alcácer Quinhentista”, que vai estar patente na Pousada até 30 de maio.

Partilhe esta notícia