No passado sábado disputou-se a final da taça AFS em futsal seniores femininos, no pavilhão municipal da quinta do conde. Um pavilhão que se apresentou repleto de adeptos das duas equipas. Os Indefectíveis venceram o miratejo por 7-6 após prolongamento conseguindo assim a dobradinha esta época.

Num dos melhores jogos de futsal feminino alguma vez jogado no distrito o resultado final foi sempre uma incógnita, a equipa do Miratejo chegou ao intervalo a vencer por 3-2, na segunda parte a equipa do Miratejo chegou a ter dois golos de vantagem a 5 minutos do final mas numa ponta final impressionante das jogadoras dos indefectíveis, a equipa conseguiu chegar ao empate a 5-5.

No prolongamento a equipa dos Indefectíveis entraram melhor conseguindo dois golos um dos quais da autoria da sua guarda redes, um golo de baliza a baliza quando o miratejo jogava de 5×4,  até ao final o miratejo ainda conseguiu reduzir para 7-6 mas já era tarde, os indefectíveis conseguiram levar a taça para Alhos Vedros.

Foi evidente a grande atitude das atletas das duas equipas pelo esforço e dedicação dada em todo jogo. Destaque para a jogadora do Miratejo, Rute, com 3 golos e para a guarda redes dos Indefectíveis, Inês Luís, com uma exibição do outro mundo, levando sempre as suas colegas a acreditar que era possível dar a volta a um jogo que estava complicado.

O Distritonline esteve a conversa com duas jogadoras que foram importantes para a conquista da dobradinha.

Jogadora Inês

 

Distritonline (DO) – Depois de ganhar campeonato conquistaram a taça AFS qual foi o segredo da equipa?

Inês- O segredo para mais uma conquista é a dedicação que vamos aos treinos e a exigência que o nosso mister Ramalho nos impõe e também o grande colectivo que temos. Tudo isto torna as coisas mais fáceis e também acreditarmos até ao último segundo que somos capazes.

DO – Ter sido considerada a melhor jogadora da final que significado tem para si?

Inês- Com certeza que fico contente, mas o mais importante é o colectivo porque todas trabalhamos com o mesmo objectivo, dar o máximo em todos jogos para que no fim sairmos com a vitória, mas claro que é sempre bom quando nos atribuem está nomeação é sinal que o nosso trabalho é reconhecido.

DO- Agora vem aí a taça nacional quais as aspirações da equipa?

Inês- Encararmos todos jogos como se fosse uma final, para muitas é a 1 vez que vão disputar a subida ao nacional, sabendo que não é fácil mas vamos como sempre dar o nosso melhor e representar o distrito de Setúbal da melhor maneira.

Jogadora Nicole

 

DO- Depois de terem estado a perder por 2 golos a 5 minutos do fim qual foi o segredo para a reviravolta?

NICOLE – Foi um jogo bastante equilibrado em que as duas equipas tiveram sempre uma atitude digna de vencedoras, apesar do resultado em questão, tivemos sempre uma equipa bastante unida, apoiamo-nos bastante umas às outras sempre sem baixar a cabeça e sempre a procura do golo, acho que o segredo da equipa foi não ter dado o jogo como perdido e termos achado sempre que conseguíamos dar a volta, temos sem dúvida alguma de dar mérito ao nosso treinador Ramalho.

DO- Sendo considerada uma das maiores promessas do futsal feminino no distrito no seu 2 ano como sénior ganhar a dobradinha qual o significado que tem?

NICOLE- Tendo parado o ano passado pior lesão considero este o meu 1 ano senior, mas a alegria de vencer este título fazendo assim a dobradinha foi sem dúvida algo que nunca irei esquecer, um momento único em que não poderia pedir melhores pessoas para estar ao meu lado.

 

Partilhe esta notícia