O Comando Distrital de Setúbal, através da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial do Barreiro, durante esta manhã, deu cumprimento a 5 Mandados de Busca Domiciliária e a 6 Mandados de Busca Não Domiciliária na cidade do Barreiro, no âmbito de uma operação policial denominada “Operação Andante”.

Esta operação surgiu no culminar de um inquérito no qual, ao longo de vários meses, foram investigados diversos crimes de posse ilegal de armas de fogo e ofensas à integridade física, ameaças e danos praticados com recurso às mesmas.

Os cinco suspeitos investigados, todos de sexo masculino e com idades compreendidas entre os 28 e os 49 anos, pertencem à mesma família e, desde meados de Outubro de 2020, que se envolveram em vários desacatos na via pública, com troca de disparos com armas de fogo, fazendo perigar não só as suas vidas como a de terceiros. Alguns destes eventos foram mesmo filmados e difundidos através das redes sociais, provocando algum alarme social.

A operação de hoje envolveu cerca de uma centena de polícias, pertencentes ao Comando Distrital de Setúbal da PSP, mais propriamente à Esquadra de Investigação Criminal e à Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial da Divisão Policial do Barreiro, assim como da Unidade Especial de Polícia (Grupo de Operações Especiais e Corpo de Intervenção).

Como resultado da operação foi detida uma pessoa do sexo masculino, com 72 anos de idade, por posse ilegal de arma de fogo e outros dois foram constituídos arguidos, também do sexo masculino, com 47 e 48 anos de idade.page1image1082442672

Foram ainda apreendidos os seguintes itens:

-1 caçadeira;
-2 espingardas;
-1 revolver calibre .32 Magnum; -1 pistola 7.65mm;
-1 arma de alarme;
-66 munições calibre12;
-61 munições 7,65mm;
-15 munições .25;

A Polícia de Segurança Pública considera que esta operação veio pôr termo à escalada de violência que se vinha a verificar nos últimos meses entre os membros desta família, devolvendo a calma e tranquilidade públicas aos habitantes da cidade do Barreiro.