A ação “Planta a planta”, realizada a 20 de novembro, abriu o programa que o Município de Palmela está a promover para comemorar o Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro). Com o envolvimento de jovens do Agrupamento de Escuteiros 504 de Quinta do Anjo e algumas famílias, foram plantadas espécies autóctones como alfarrobeiras, carvalhos e sobreiros, no corredor da linha de água que acompanha a Ciclovia de Quinta do Anjo (entre o Circuito de Manutenção e a Urbanização Colinas da Arrábida).

A Vereadora do Ambiente, Fernanda Pésinho, que participou na ação, juntamente com o Vereador Luís Miguel Calha, destacou a importância desta iniciativa para «qualificar a linha de água ao longo da Ciclovia, fazendo o resgate de CO2 e valorizando este espaço urbano». «Assinalar a Semana da Floresta Autóctone com o envolvimento da comunidade – prática que a Câmara tem já há muitas décadas – é devolver às pessoas aquilo que a natureza lhes dá, que é património natural e de todas/os e compete a todas/os a sua preservação e valorização», lembrou.

Para além desta iniciativa, a partir de dia 23 vão decorrer também ações de plantação de espécies autóctones envolvendo a comunidade escolar. No total, vão ser plantados cerca de 70 exemplares de espécies autóctones.

O programa da Semana da Floresta Autóctone prossegue até dia 28, com o objetivo de «sensibilizar toda a comunidade para a importância da floresta nativa portuguesa, para as suas espécies e a sua função no nosso ecossistema», essencial no contexto das alterações climáticas, explicou Fernanda Pésinho.

A partir de dia 23, o Município vai realizar um conjunto de plantações de árvores, para reposição de exemplares com espécies autóctones, em espaços públicos do concelho.

No dia 27, vai decorrer a ação de formação sobre compostagem doméstica “Compostar é reciclar”, dirigida a quem gostaria de transformar os resíduos da cozinha ou do jardim num fertilizante natural (inclui oferta de compostor às/aos participantes).

Promovendo a descoberta do património natural do concelho, dia 28, realiza-se a Caminhada Desportiva “Floresta Autóctone”. Dirigida à população em geral, esta caminhada de 10 km levará as/os participantes a percorrer alguns trilhos do Parque Natural da Arrábida, no Vale dos Barris e no Vale de Alcube.

No âmbito da Semana da Floresta Autóctone, o Município inicia ainda uma intervenção em terreno municipal, localizado no extremo norte da Urbanização Val’Flores, em Pinhal Novo, que inclui a plantação de espécies autóctones, com vista à qualificação deste local enquanto espaço de ligação urbano/rural e proporcionando efeito de barreira acústica face à fonte de ruído ferroviário, melhorando o ambiente sonoro na urbanização.

Próximas iniciativas

27 novembro | 9h30 | Junta de Freguesia de Pinhal Novo

“Compostar é reciclar”

Ação de formação sobre compostagem, incluindo oferta de compostor às/aos participantes. Iniciativa dirigida a quem gostaria de transformar os resíduos da cozinha ou do jardim num fertilizante natural.

Duração: 3h00

Destinatários: famílias que disponham de espaço exterior

Inscrições até 25 de novembro, gratuitas, obrigatórias e limitadas: gaee@cm-palmela.pt | 212 336 661

28 novembro | 9h00 | Vale dos Barris

Caminhada Desportiva “Floresta autóctone”

Locais de passagem: Quinta do Rego D’Água e Vale de Alcube

Tipo de percurso: circular

Grau de dificuldade: 2 (1 a 5)

Distância: 10 Km

Desnível acumulado: 390 m

Duração prevista: 3h30

Destinatários: população em geral (a partir dos 6 anos)

Informações e inscrições (gratuitas, obrigatórias e limitadas a 100 participantes): 212 336 636 | desporto@cm-palmela.pt

Câmara Municipal de Palmela

Gabinete de Comunicação

Rua Contra Almirante Jaime Afreixo, n.º 70, 2950-266 Palmela

Tel.: 212 336 664

www.cm-palmela.pt