Os deputados do PSD do distrito de Setúbal defendem que o Ministério da Saúde deve começar já a preparar um plano de contingência, juntamente com Administrações Regionais de Saúde e os Conselhos de Administração dos Centros Hospitalares, para o período de verão, evitando assim que se repitam os problemas que se verificaram no início do ano devido à anormal afluência às urgências.

Os social-democratas querem que seja acautelada um eventual aumento dos episódios de urgência no verão, devido a perigos de insolação e desidratação da população, nomeadamente em crianças e idosos.

“É preciso que se comece a preparar um plano de contingência, para que não se repitam os acontecimentos do início do ano, em que muitas pessoas se dirigiram às urgências, num curto espaço de tempo, provocando várias complicações no atendimento e nos tempos de espera”, lembra Bruno Vitorino.

O deputado do PSD defende que é preciso começar a pensar nesta situação, especialmente no número de camas que poderá ter que ser aumentado, mas também na articulação entre as várias unidades de saúde, no alargamento do atendimento nos centros de saúde e respectiva informação aos utentes.

“Se planearmos já eventuais cenários, certamente que não haverá grandes constrangimentos na altura”, acrescenta.