O festival internacional de Rio Frio do passado fim de semana ficou pautado por mais um êxito do polo equestre, com a participação de 84 conjuntos, nas diferentes competições, entre as quais o campeonato nacional de juniores e jovens cavaleiros e a prova teste para o europeu de endurance, destacando-se também o êxito obtido pela égua Eferia da coudelaria de Rio Frio.

O festival internacional de endurance de Rio Frio reuniu nos dias 11 a 13 de março, 51 participantes, o maior número numa competição de CEI2* 120 km, já realizada em Portugal, em representação de delegações de diferentes países, entre os quais Portugal, Eslováquia, Espanha, França, Bélgica e China.

A organização do evento mereceu elogios por parte dos participantes: “O nome de Rio Frio está bem posicionado a nível internacional, em especial no mundo equestre, com destaque para as extraordinárias condições da herdade e da organização das provas”, referiu o Eng. Ramos Rocha, presidente do conselho de administração da Sociedade Agrícola de Rio Frio.

Paralelamente realizaram-se a prova teste para o europeu de endurance que se realizará em setembro e o campeonato nacional de juniores e jovens cavaleiros que foram um sucesso.

Os jovens cavaleiros Beatriz Martin Correia, com Repoker, Isabel Nogueira, com Maravilha, e João Pedro Carpinteiro, com Xenia da Tapada, foram os grandes vencedores do campeonato nacional, com as medalhas de ouro, prata e bronze, respetivamente.

Em destaque esteve também a coudelaria de Rio Frio através da égua Eferia, que montada pela cavaleira da seleção eslovaca, Lucia Supekova, venceu o open de jovens cavaleiros e juniores, CEI2* YJ 120 km, e que no início do ano já tinha vencido o raide dos Reis da Barroca d’Alva com o cavaleiro Miguel Lourenço.

Os franceses Paul Vanderckove, com UP de Marjo, e Manon Valerio, com Ainhoa Sol de Jos preencheram o restante pódio do CEI2*YJ 120 km.

Partilhe esta notícia