A Associação Clínica Frater vai promover uma sessão-debate sob o tema “Medicina Hiperbárica”, no próximo sábado, 7 de maio, pelas 14h30, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro.

A Mesa será composta pelos seguintes médicos: Ana Teresa Xavier, Presidente da A.C. Frater (moderadora); Carlos Barosa, médico de Medicina Hiperbárica, Caetano Raposo, responsável pela consulta da Diabetes do Centro Hospitalar Barreiro – Montijo: Paulo André Fernandes – responsável pela Unidade de Cuidados Intensivos do Centro Hospitalar Barreiro – Montijo e Juan Medialdea, Assistente Graduado em Radioncologia do Departamento de Radioterapia do Centro Hospitalar Barreiro – Montijo.

De salientar que a A.C.Frater propõe, há cerca de uma década, a criação de uma Unidade de Medicina Hiperbárica que segundo a Frater “é uma terapêutica importante com numerosas indicações na clínica e que, por vezes, é única a salvar vidas.

Em Portugal continental apenas existem duas Unidades destas, no Hospital das Forças Armadas, em Lisboa e no Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos. Quando os rácios internacionais são de uma Unidades destas para cada 2 000 000 pessoas, significa que a criação de uma terceira Unidade no País, no Barreiro, é perfeitamente justa e lógica”.

A Oxigenoterapia Hiperbárica ou OHB é uma modalidade terapêutica na qual um paciente é submetido à inalação de oxigênio puro numa pressão maior que a pressão atmosférica, dentro de uma câmara hermeticamente fechada com paredes rígidas (câmara hiperbárica).

 

Entrada Livre

Partilhe esta notícia