Ações da Apple estão a subir, mas Vale a pena apanhá-las?As ações da Apple disparam dos 180 dólares por ação até aos 200 dólares, nos últimos trinta dias. Mas será que esta subida é para continuar?

Apesar dos responsáveis da Apple já terem informado os seus investidores nos últimos meses que as vendas vão abrandar, um pouco como tem acontecido com outros gigantes tecnológicos, afetando desta forma negativamente as suas receitas, parece que os investidores continuam muito confiante no poder da marca. 

Prova disso mesmo é que, depois de meses como novembro e dezembro de 2018 terem provocado uma queda abrupta nos preços das ações da gigante americana, desde 3 de janeiro deste ano até agora, a ação subiu dos 142 dólares até aos 200 dólares, ou seja,uma subida superior a 29%.

Mas será que esta subida significa que a Apple está num bom momento de compra? A resposta é positiva e damos-vos os motivos embaixo. Para comprar as ações da Apple esta pode ser a sua oportunidade. Explicamos agora o porquê.

Porque agora pode ser uma boa altura de entrar subida no valor da Apple?

Para se ter uma pequena noção do impacto mundial desta marca, atualmente, 83% dos adolescentes que participaram numa pesquisa recente, confessaram que possuem um dispositivo iPhone, e desse número, 86% antecipam que o seu próximo telemóvel será um iPhone. 

Além deste números impressionantes, que são garantia de continuação de receitas bilionárias todos os semestres, é certamente possível que os upgrades possam ajudar e contribuir para um aumento consideravel das vendas. 

Este é um ano muito importante para a Apple

Recordamos que a situação mais desafiadora da Apple está na sua negociação com os fornecedores chineses. Por isso mesmo esta empresa pode ser uma das que vai beneficiar mais com a guerra comercial que infelizmente ainda se verifica entre os Estados Unidos da América e a China.

Finalmente é preciso dar um alerta que, como está a acontecer com o Facebook, a Apple tem sofrido uma redução de receitas devido ao abrandamento das suas vendas. Isto acontece pois, tal como acontece com a empresa de Mark Zuckenberg, a Apple domina o mercado e forçosamente não tem muito mais espaço para crescer ou angariar mais clientes.

Contudo este é uma dificuldade que não tira os méritos da Apple em ter ainda pela frente excelentes oportunidades na fidelização dos seus clientes, exemplo disso são o crescimento nos seus serviços, tornando as ações da Apple, mesmo a 200 dólares, muito atraentes.

Para se ter uma noção, a receita de serviços aumentou de menos de  8 mil milhóes de dólares no ano de 2010, para mais de 41 mil milhões de dólares, no passado ano de 2018.O crescimento do segmento continua forte, com uma receita de serviços de 12 meses acima de27% ano, só este ano.

Além disso, o negócio de “outros produtos” da Apple, que foi recentemente renomeado para “wearables, casa e acessórios”, viu a receita acumulada em 12 meses crescer, 34% ano após ano(uma das maiores do mercado).Destacando o quão importante esses dois catalisadores estão se a tornar para a história de crescimento da Apple.

Só estes representam cerca de 22% da receita total da gigante de tecnologia, quando combinados. A valorização conservadora da Apple e as suas fortes perspectivas para os seus serviços de rápido crescimento e segmentos de ““wearables, casa e acessórios” significam que as ações ainda parecem ser muito atraentes nos valores atuais.

A influência gigante da Apple no Meio Ambiente

Para quem vai investir não são só os lucros que fazem com que esta empresa americana seja única no mundo. Os esforços positivos da Apple para tornar o nosso mundo mais verde são conhecidos, tornando-se um verdadeiro examplo para outras grandes empresas mundiais.

A Apple anunciou há cerca de um ano que todas as suas instalações funcionam agora a energia renovável. Além disso, a empresa já anunciou que nos próximos anos vai investir cerca de 2,5 mil milhões de dólaresem investimentos que incentivam a protação do meio ambiente (um valor recorde para uma empresa americana até ao momento).

Muito recentemente, a Apple também teve o cuidado de convencer 15 dos seus principais fornecedores, como por exemplo a Foxconn e a TSMC,a fabricarem todos os seus produtos usando apenas energia completamente limpa. Com estas mudanças, espera-se que a Apple tenha um enorme impacto para a consciencilização e melhoramento na proteção do nosso meio ambiente.

Partilhe esta notícia