Os 230, projecto que visa promover a literacia democrática e política, dando a conhecer os seus principais intervenientes e conceitos, e aproximar os portugueses do mundo político, organiza um debate aberto com os candidatos à Câmara Municipal de Setúbal no dia 11 de Setembro, às 09h30 no Auditório do Instituto Politécnico de Setúbal.

Neste debate marcam presença os candidatos André Martins (CDU), Carina Deus (“Todos somos Setúbal”-RIR-PDR), Carlos Cardoso (IL), Fernando José (PS), Fernando Negrão (PSD), Fernando Pinho (BE), Luís Maurício (CHEGA), Paula Costa (PAN) e Pedro Conceição (CDS).  A equipa d’ Os 230, constituída por jovens voluntários, vai moderar o debate e incentiva a presença dos Setubalenses: “Esta é uma oportunidade única em que os munícipes podem conhecer as diferentes visões para a autarquia e colocar questões aos candidatos à Presidência da Câmara, de uma forma informal e num contacto mais directo”, explica Francisco Cordeiro de Araújo, fundador d’Os 230.

Os 230 levaram a cabo, em Junho, a Campanha Nacional de Participação Cívica que percorreu os 18 distritos de Portugal continental, apelando ao envolvimento dos cidadãos nas questões públicas. A Campanha que terminou na cidade de Setúbal confirma a necessidade de aproximação dos portugueses aos seus representantes: “Este momento de debate pretende demonstrar que o desenvolvimento da democracia passa pelo diálogo e pela aproximação de candidatos e eleitores fora dos formatos habituais, como é, neste caso, o do público estudantil. A receptividade dos candidatos e da comunidade académica de Setúbal foi imediata e crucial para a realização deste evento”, refere Beatriz Santos, coordenadora de eventos d’Os 230.  O debate é aberto a todos os cidadãos que queiram participar.

SOBRE OS 230

Os 230 é uma iniciativa que visa promover a literacia democrática e política, dando a conhecer os seus principais intervenientes e conceitos, através de entrevistas aos 230 deputados da Assembleia da República. É um projeto apartidário e sem fins lucrativos, que arrancou em Setembro de 2020 por iniciativa de Francisco Cordeiro de Araújo, jovem estudante de Direito Internacional. Conta com 50 voluntários de todo o país, entre os 17 e os 38 anos.