A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve quatro pessoas suspeitas de terem roubado e agredido na madrugada de 31 de janeiro para 01 de fevereiro cinco indivíduos em Sines.

Os suspeitos, entre os 19 e os 32 anos, de acordo com as autoridades, na madrugada de 31 para 1 de fevereiro, agrediram e roubaram, com recurso a arma de fogo, uma elevada quantia em dinheiro, bem como outros objetos.

Em comunicado, a GNR revela ainda que uma das vítimas foi sequestrada num veículo.

Na sequência das diligências policiais e com o auxílio do Posto Territorial do Cercal do Alentejo e do Núcleo de Investigação Criminal de Santiago do Cacém, as autoridades conseguiram localizar e deter dois dos suspeitos, um casal português de 32 e 29 anos de idades, que estavam num “veículo espanhol de matrícula falsa, que apresentava vestígios de sangue em diversas partes”. O casal transportava consigo “uma réplica de uma arma de fogo, um punhal, produto estupefaciente e aproximadamente 1.000€ em numerário”.

Já durante a tarde de sábado, dia 1 de fevereiro, a GNR deteve mais dois elementos do mesmo grupo, de 19 e 20 anos, e apreendeu uma faca. As autoridades acrescentam que o quinto elemento, de 28 anos, já está identificado.

Os quatro indivíduos, três deles já com antecedentes criminais pelos mesmos tipos de crimes, permanecerão detidos até serem presentes para primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Santiago do Cacém, previsivelmente durante a tarde do dia de hoje.

Partilhe esta notícia