Os deputados do PSD entregaram na Assembleia da República um Projeto de Resolução sobre Arsenal do Alfeite, onde defendem que o atual Governo não pode travar o desenvolvimento da empresa.

 

Bruno Vitorino recorda que de 2009 a 2011, assistiu-se à descapitalização e ao desinvestimento do Arsenal devido às políticas do Governo socialista de José Sócrates, que tiveram também graves repercussões na área da reparação e construção naval.

 

“Em 2010, o Governo de então desviou 17 milhões do Arsenal do Alfeite para aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo. Com isto descapitalizou o Arsenal e não resolveu os problemas em Viana do Castelo, cujos prejuízos acumulados eram superiores a 250 milhões de euros”, sublinha.

 

O deputado do PSD do distrito de Setúbal destaca que o Governo PSD/CDS-PP reverteu a situação deixada pelo PS, tendo definido uma estratégia para o Arsenal que permitiu apostar na sua modernização e internacionalização.

 

“A devolução de 4 milhões de euros pelo Governo anterior foi o início de um processo de devolução total da verba retirado pelo governo socialista ao Arsenal do Alfeite, mas que já permitiu iniciar um conjunto de investimentos, com vista à modernização das instalações, tornando a empresa mais competitiva”, explica.

 

“Comunistas e bloquistas andaram durante 4 anos a envenenar a opinião pública, afirmando que o objetivo do Governo PSD/CDS era desmantelar e privatizar o Alfeite, ameaçando sempre com despedimentos de trabalhadores”, acusa.

 

Bruno Vitorino refere, ao contrário do que foi dito, o Governo anterior “definiu uma estratégia, garantiu contratos com a Marinha Portuguesa, internacionalizou o estaleiro, deu início ao processo de devolução da verba que o PS tinha retirado, começou os necessários investimentos na sua modernização e contratou novos trabalhadores, para além de apresentar resultados financeiros positivos”.

 

O PSD espera agora que “o Governo socialista apoiado pelo BE e PCP continue a devolução da verba ao Arsenal do Alfeite, único processo que permite a modernização dos estaleiros e o aumento da sua competitividade, e que não trave o processo em curso de contratação de novos trabalhadores”.

 

Atualmente, o  Arsenal do Alfeite emprega perto de 600 trabalhadores, com grande peso na vida económica e social no concelho de Almada, na Península de Setúbal e no país.

 

Partilhe esta notícia