A urbanização de Aldeia Rica, em Vila Nogueira de Azeitão, concelho de Setúbal, é beneficiada numa operação, em curso destinada à melhoria de infraestruturas de distribuição de água e de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais.

A intervenção, um investimento da Câmara Municipal de Setúbal no valor de 194 mil e 535,02 euros, acrescido de IVA, é executado por empreitada e tem conclusão prevista para novembro. 

Os trabalhos, em curso, incidem em vários arruamentos, concretamente as ruas Professor Armando Cyrillo Soares, de Aldeia Rica, José Augusto Coelho e Frei Agostinho da Cruz, assim como no Beco de Aldeia Rica. 

A construção de uma rede separativa, ou seja, com coletores diferenciados para encaminhamento de águas residuais domésticas e pluviais, é uma das principais ações desta operação municipal.

No caso das infraestruturas para drenagem de águas residuais domésticas, é criada uma rede de coletores com cerca de 735 metros lineares, que inclui ao longo do troço a execução de câmaras de visita e de sumidouros.

A operação contempla ainda, nos vários arruamentos intervencionados, a execução de órgãos de recolha de águas pluviais, posteriormente encaminhados para o coletor de descarga na linha de água que atravessa a Quinta dos Fóios.

No que respeita à rede de abastecimento de água, a operação contempla a renovação das condutas já existentes, com a instalação de um total de cerca de um milhar de metros lineares de novas infraestruturas subterrâneas.

Esta intervenção, em curso, traduz-se no reforço da qualidade do serviço prestado à população, no caso do abastecimento de água, e na melhoria da sustentabilidade ambiental da linha de água da Quinta dos Fóios.

A execução destes trabalhos em Aldeia Rica motivam condicionamentos à circulação automóvel nas ruas Frei Agostinho da Cruz, Professor Armando Cyrillo Soares e José Faustino Vidal, sendo o acesso salvaguardado aos moradores.

Como alternativa, os automobilistas devem utilizar as ruas José Augusto Coelho, Casas do Povo, Vinha da Sardinha e Filipe Magalhães.

CMSetúbal